XPeng registra pedido de Oferta Pública Inicial nos EUA

ANÚNCIO

Na última semana, a Xpeng, empresa composta por investidores de grandes marcas asiáticas como Alibaba (BABA34) e Xiaomi (1810), registrou pedido de Oferta Pública Inicial (IPO) nos Estados Unidos.

A fabricante chinesa de veículos elétricos segue os passos da rival asiática Li Auto que recentemente listou suas ações no mercado americano com o valor unitário de 11,50 dólares na IPO.

ANÚNCIO

Assim como a Li Auto, a Xpeng informou que estima captar até 1,11 bilhão de dólares em sua estreia na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Ela acredita que o crescimento na demanda de automóveis movido a eletricidade irá impulsionar as transações dos ativos na estreia.

XPeng registra pedido de Oferta Pública Inicial nos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Saiba mais informações sobre a listagem das ações da rival da Tesla (TSLA34).

XPeng visa Bolsa de Valores de Nova York (NYSE)

A XPeng afirmou que os planos da empresa são ter suas ações listadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), com o código XPEV no mercado.

ANÚNCIO

Inicialmente, a empresa tinha previsto valor de captação de 100 milhões de dólares, mas recentemente elevou este montante para 1,11 bilhão. Sua Oferta Pública Inicial segue os ganhos dos ativos dos EUA pela rival norte-americana Tesla (TSLA34).

A fabricante chinesa de veículos elétricos é controlada por outros investidores de peso do mercado.

  • 31% pelo presidente da marca, He Xiaopeng;
  • 14% pela também chinesa Alibaba (BABA34);
  • 9,8% por outros fundos.

A empresa de tecnologia Xiaomi (1810) também possui participação no capital da XPeng. Ainda, a montadora de automóveis chegou a movimentar 900 milhões de dólares em investimento das companhias Qatar Investment (QNNC), Aspex (APEX), Coatue e outras.

ANÚNCIO

Receita atingida pela pandemia

No primeiro semestre, a XPeng reportou receita de 141 milhões de dólares e prejuízo de 112 milhões. De acordo com a companhia, a pequena diferença entre os ganhos e perdas durante o período foi resultado dos impactos da pandemia no faturamento, informou a empresa.

Apesar do baixo desempenho, a fabricante seguiu a agenda de atividades e lançou no mercado o veículo elétrico P7 no modelo sedan.

Também, a marca segue como principal rival da Tesla (TSLA34) na China, país onde o segmento de automóveis movido a eletricidade atingiu o marco de 21,1 milhões de unidades vendidas segundo o IHS Markit Report.

ANÚNCIO