WhatsApp Pay – Banco Central fala sobre aprovação

ANÚNCIO

Após muita polêmica, o Banco Central deu sinais de que deve aprovar o WhatsApp Pay no Brasil. O serviços oferecerá a possibilidade de realizar pagamentos por meio do aplicativo de mensagens instantâneas controlado pelo Facebook (FBOK34). 

Durante evento do Bloomberg, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, afirmou que a tecnologia será autorizada. No entanto, a proposta conforme apresentada pelo Facebook (FBOK34) tem proporção grande demais para ter sua implementação acelerada. 

ANÚNCIO

Em junho deste ano, a autarquia junto com órgãos fiscalizadores chegou a suspender o avanço do projeto que contava com a participação da Cielo (CIEL3). Naquele mês, a instituição afirmou que a inovação poderia oferecer riscos ao Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

WhatsApp Pay - Banco Central fala sobre aprovação
Fonte: (Reprodução/Internet)

Entenda quais serão os próximos passos do BC em relação ao “Wpp Pay”. 

“Wpp Pay” poderia minar a concorrência, segundo BC

Segundo o Banco Central, a demora da liberação do “Wpp Pay” reside no arranjo de grande dimensão no desenvolvimento do sistema. O programa teria a capacidade de abranger mais de 100 milhões de usuários no país, número de pessoas que utilizam o aplicativo de conversas. 

ANÚNCIO

Logo, a tecnologia impactaria significativamente o mercado tirando a possibilidade de concorrência no setor. Dessa forma, Roberto Campos Neto afirmou que solicitaram às empresas envolvidas que seguissem os padrões de autorização. 

O principal receio da autarquia era que a aprovação da ferramenta comprometesse a competição no mercado e oferecesse perigo à proteção de dados dos usuários.

Facebook (FBOK34) nega autorização 

Segundo o Infomoney,  o Facebook (FBOK34) negou previsão de autorização do WhatsApp Pay no país, mas garantiu que o diálogo é mantido com o Banco Central visando a liberação da ferramenta. 

ANÚNCIO

No mesmo sentido, a Cielo (CIEL3), que sentiu impacto em suas ações com a suspensão do novo sistema, afirmou que não está ciente sobre qualquer andamento para a implementação do serviço de pagamentos. 

Enquanto isso, o Facebook (FBOK34) visa autorização da parceria com as marcas Cielo (CIEL3) e Mastercard (MSCD34), mesmo com o BC avaliando opções com outros participantes.

Autarquia discute a liberação de outros aplicativos

O presidente do BC afirmou ainda que vem conversando com a Alphabet, empresa controladora da Google (GOGL34), para liberar o também serviços de pagamento online Google Pay em território nacional. 

Também na agenda de deliberações da instituição está o WeChat que funciona como rede social e ferramenta de pagamentos da marca chinesa Tencent (0700). Roberto Campos Neto afirmou que todas as companhias são bem-vindas no Brasil.

Ainda, complementou que o Banco Central irá avaliar a divisão do mercado tendo em vista que grupos empresariais independentes não operam conectados uns aos outros, o que dificulta o monitoramento da autarquia. 

ANÚNCIO