Volkswagen (VOW) divulga lucro de US$ 10 bilhões

ANÚNCIO

A Volkswagen (VOW) informou na sexta-feira (21) que seu lucro em 2020 caiu quase pela metade, devido à pandemia do coronavírus, entretanto uma recuperação no mercado da China e entregas mais robustas no quarto trimestre auxiliaram a manter no mercado a maior montadora do mundo.

A montadora divulgou que o lucro operacional para o ano inteiro, desprezando os custos direcionados para resolver o escândalo sobre emissões de carbono, foi de 10 bilhões de euros (US$ 12,2 bilhões), comparados com os 19,3 bilhões de euros em 2019.

ANÚNCIO

A sua divisão automotiva obteve um fluxo de caixa líquido de por volta de 6 bilhões de euros, enquanto as entregas de automóveis subiram no final do ano, declarou o grupo alemão em um comunicado.

Volkswagen (VOW) divulga lucro de US$ 10 bilhões
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja mais: Microsoft (MSFT) firma parceria com General Motors (GM)

Ações da Volkswagen (VOW) sobem após anúncio

O desempenho total do ano coroou um 2020 turbulento para a Volkswagen (VOW) e o setor automobilístico. Os analistas estimavam um lucro operacional de US$ 5,8 bilhões para todo o ano de 2020, conforme dados da Refinitiv Eikon.

ANÚNCIO

Uma drástica queda em suas vendas causada pela pandemia levou a companhia a um prejuízo no segundo trimestre, antes que a Volkswagen (VOW) fosse capaz de lucrar no terceiro trimestre conforme a China mantinha crescente demanda por veículos de luxo, o maior mercado de veículos do mundo.

“As entregas aos clientes do Grupo Volkswagen continuaram a se recuperar fortemente no quarto trimestre e até excederam as entregas do terceiro trimestre de 2020”, disse a companhia automotiva em um comunicado.

As ações da Volkswagen (VOW) atingiram seu nível mais alto em 11 meses após a divulgação dos resultados na sexta-feira. Elas subiram 2,7% para 166,4 euros no início da tarde.

ANÚNCIO

Vendas aumentaram 1,7% em um mês

O principal acionista Porsche Automobil Holding SE (PAH3), que detém 31,4% da Volkswagen (VOW) e 53,1% dos direitos de voto do grupo, disse que provavelmente apresentaria um lucro significativamente positivo após os impostos para 2020 como resultado.

“A magnitude da volta por cima da Volkswagen é bem-vinda e apoia os resultados do ano inteiro em toda a indústria”, escreveram analistas da Jefferies (JEF) a respeito dos impactos da pandemia no setor automobilístico.

As vendas da Volkswagen (VOW) aumentaram 1,7% em dezembro, em um momento em que os registros de carros novos na Europa caíram quase 4%, mostraram dados da Associação de Fabricantes de Automóveis Europeus.

A Volkswagen e seus rivais ainda enfrentam desafios devido à pandemia do coronavírus, incluindo uma escassez global de chips necessários para a produção e paralisações em andamento em vários mercados para combater o surto, o que significa que 2021 será outro ano difícil.

Concorrência é grande no setor de veículos elétricos

A montadora também enfrenta forte concorrência no desenvolvimento de carros eletrificados e autônomos. A fusão da Fiat Chrysler com a PSA, proprietária da Peugeot, que resultou na criação da quarta maior montadora do mundo, a Stellantis (STLA), aumenta a pressão.

A Volkswagen (VOW) disse na quinta-feira (20) que não cumpriu as metas da UE sobre as emissões de dióxido de carbono (CO2) de sua frota de automóveis de passageiros no ano passado e enfrenta uma multa de mais de 100 milhões de euros.

Leia a seguir: Daimler (DAI) vai investir mais em veículos elétricos

Traduzido e adaptado por equipe Folha Capital.

Fontes: Reuters e FinancialTimes.

References

FinancialTimesFinancial Times

ANÚNCIO