Verily, da Alphabet (GOOGL), está se encaminhando para IPO

ANÚNCIO

Para a Verily, da Alphabet (GOOGL), um empreendimento de saúde que é uma das apostas secundárias mais proeminentes da gigante da tecnologia, a pandemia de coronavírus ofereceu uma oportunidade de negócios imediata.

A partir de fevereiro passado, a empresa transferiu muitos de seus cerca de mil funcionários para o desenvolvimento de software para governos e empregadores gerenciarem testes de coronavírus.

ANÚNCIO

Rapidamente conquistou grandes clientes, incluindo o estado da Califórnia, cujos registros mostram que pagou à Verily US$ 49,6 milhões para usar seu software Baseline para agendar testes de coronavírus.

Verily, da Alphabet (GOOGL), está se encaminhando para IPO
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja mais: Mercados de ações ao redor do mundo demonstram altas

Verily atraiu financiamento de US$ 1,8 bilhão

Os negócios da Verily incluem uma doação de US$ 3,1 milhões da Fundação Nacional para os Centros de Controle e Prevenção de Doenças para operar locais de teste. Também atraiu mais de US$ 1,8 bilhão em financiamento da Alphabet (GOOGL) e de investidores externos.

ANÚNCIO

Os executivos da Verily disseram que o trabalho na pandemia era uma chance de demonstrar as capacidades da empresa e atrair novos clientes. Segundo a Dra. Jessica Mega, diretora médica e científica da Verily, as coisas estão fluindo naturalmente dessa forma.

Os críticos dizem que o esforço tem sido outra distração para a Verily, que oscilou entre dezenas de projetos sem produzir um fluxo de receita estável. Converter compradores temporários em clientes de longo prazo pode ser uma ilusão, disseram quatro analistas do setor.

Dois ex-executivos e um funcionário atual criticaram a empresa por aceitar outra oportunidade única, em vez de se concentrar em atrair assinantes recorrentes para seu software de pesquisa clínica, gerenciamento de doenças e outras tarefas.

ANÚNCIO

Verily está se encaminhando para IPO

O presidente-executivo, Andy Conrad, disse aos funcionários que a Verily está se encaminhando para uma oferta pública inicial (IPO) e que vendas mais consistentes seriam essenciais para uma estreia bem-sucedida em Wall Street.

As vendas globais da Verily não são divulgadas pela Alphabet (GOOG). O analista da Evercore ISI (EVR), Kevin Rippey, estimou a receita geral das apostas secundárias da companhia em 2020 em cerca de US$ 650 milhões, com a Verily contribuindo com menos de US$ 175 milhões. 

Os ex-executivos descreveram a receita real da Verily como mais alta, e outro analista sugeriu de US$ 200 milhões a US$ 300 milhões como uma abordagem mais realista.

Saindo do Google em 2015, a Verily desenvolve dispositivos e softwares médicos com o objetivo de melhorar a coleta de dados, o tratamento, a pesquisa e o atendimento ao paciente.

Baseline é o carro-chefe da Verily

A Verily obteve uma explosão de receita em colaborações com empresas de saúde, incluindo o trabalho com a DexCom (DXCM) em um monitor miniaturizado de glicose no sangue e um experimento com a Alcon (ALC) para criar uma lente de contato inteligente para medições semelhantes.

Mas o futuro financeiro da Verily depende de produtos de software liderados pela Baseline, que ajuda os fabricantes de medicamentos a inscrever participantes para testes clínicos e analisar os dados do estudo, reduzindo a papelada e as visitas ao local em comparação com os métodos tradicionais.

A dra. Jessica Mega disse que a empresa reformulou a Baseline para agendar testes de coronavírus depois que governos de estados como a Califórnia começaram a pedir ajuda. 

O software também permite agendamento para 460 farmácias da Rite Aid Corp (RAD), que fornecem testes como parte de uma parceria com o Departamento de Saúde e Serviços Humanos.

Verily conta com diferentes projetos

A Baseline permitiu que cerca de 2 milhões de pessoas fizessem testes em todo o país no ano passado, disse Mega, uma fração dos 250 milhões administrados em geral.

A Dra. Vivian Lee, presidente de plataformas de saúde da Verily, disse que os projetos do governo contra a disseminação da Covid-19 ajudaram a iniciar um software de teste separado denominado Healthy at Work e Healthy at School.

As novas ferramentas têm 20 clientes, incluindo a Brown University e algumas empresas de biotecnologia, disse a Verily. A Universidade do Alabama, gastou US$ 6,9 milhões no Healthy at School, de acordo com registros não relatados anteriormente.

Ralph Zottola, vice-presidente assistente da universidade, disse que está considerando o software da Verily para validar se os alunos foram vacinados porque a empresa da Alphabet (GOOGL)  tem sido uma boa parceira.

Onduo visa gerenciamento de doenças

Quando a necessidade de software de testes de coronavírus terminar, a Verily pretende fazer a transição de alguns novos clientes para o Onduo, uma de suas ofertas principais junto com a Baseline. 

O programa inclui sensores, treinamento dietético e outras ferramentas personalizadas que as seguradoras e empregadores podem fornecer para o gerenciamento de doenças crônicas e bem-estar geral.

Rivais da Verily não desviaram recursos para a pandemia

Apesar do aumento de clientes, tanto o Onduo quanto a Baseline permanecem jogadores muito pequenos nos mercados de software médico que os pesquisadores dizem valer mais de US$ 100 bilhões nos Estados Unidos anualmente. 

O Livongo, que concorre diretamente com o Onduo, relatou que as vendas mais do que dobraram para US$ 267 milhões durante os três primeiros trimestres de 2020 em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Além disso, alguns rivais maiores como Livongo da Teladoc Health Inc (TDOC) e Omada Health Inc não desviaram seus recursos para combater a pandemia no ano passado.

Mega defendeu os movimentos da Verily durante a maior crise de saúde pública do século. “Em toda a empresa, levantamos nossas mãos. Houve uma oportunidade, tínhamos que ajudar, mas está acelerando nosso negócio principal”, declarou a doutora.

Leia também: Alphabet (GOOGL) fecha acordo de compra da Fitbit (FIT)

Traduzido e adaptado por equipe Folha Capital.

Fontes: Reuters e Yahoo.

ANÚNCIO