Vale (VALE3) retoma posto de maior exportadora mundial de ferro

ANÚNCIO

A Vale (VALE3) retomou o posto de maior exportadora mundial de minério de ferro. A companhia ultrapassou a anglo-australiana Rio Tinto (RIO) que até então possuía o título após a mineradora em questão se envolver na desastre em Brumadinho. 

De acordo com Colin Hamilton, gestor de pesquisa de commodities da BMO Capital Markets, os dados de embarques da empresa brasileira mostraram crescimento nas exportações do minério. 

ANÚNCIO

Conforme as informações, esta seria a maior alta anual das operações desde o rompimento da barragem de mina administrada pela Vale (VALE3) em Minas Gerais. 

Vale (VALE3) retoma posto de maior exportadora mundial de ferro
Fonte: (Reprodução/Internet)

Entenda quais fatores levaram a Vale (VALE3) ao topo do mercado novamente. 

Liderança da Vale (VALE3) pode ser prolongada 

Para o especialista em commodities, a liderança da Vale (VALE3) poderá ser prolongada por mais tempo devido à manutenção dos equipamentos shiploaders nos portos da Austrália para as exportações.

ANÚNCIO

Apesar da crise do coronavírus, a mineradora brasileira deu prosseguimento nas suas operações possuindo apenas uma grande paralisação de suas atividades. Também, as minas fechadas devido ao desastre em Brumadinho se preparam para retomar a produção. 

Por outro lado, os analistas da companhia global Morgan Stanley (MSBR34) acreditam que a Vale (VALE3) não ultrapassará o volume de produção e exportação da Rio Tinto (RIO) na comparação anual até 2021. 

Siderúrgicas chinesas impulsionam preços do minério 

As empresas de commodities estão em buscando aumentar seu capital com o avanço dos preços do minério impulsionados pelas siderúrgicas chinesas e o crescimento da demanda. Ainda, os estímulos financeiros também tem motivado o setor. 

ANÚNCIO

Prova disso é que segundo Colin Hamilton, as companhias BHP (BHP), Rio Tinto (RIO) e Vale (VALE3), líderes de exportação marítima de minério de ferro, bateram recorde nas operações. As empresas embarcaram mais de 300 milhões de toneladas por ano.

Apesar dos recentes aumentos nos preços do minério, o último pregão do Ibovespa (IBOV) foi marcado pela que de mais de 2% das ações da Vale (VALE3). Os ativos da mineradora sofreram desvalorização após a redução dos valores dos contratos da commodity na China.

ANÚNCIO