Vale (VALE3) tem alta de 5,5% na produção de minério de ferro

ANÚNCIO

Na última semana, a Vale divulgou seu dados de desempenho referente ao segundo trimestre deste ano, indicando números positivos em sua produção. Os meses que marcaram a flexibilização da quarentena e a retomada da economia trouxeram bons resultados à empresa.

O crescimento na atividade foi maior quando comparado aos primeiro trimestre desta ano. Apesar dos índices otimistas, a multinacional afirmou que ocorreu uma queda na produção adicional, sendo uma das consequência da pandemia do coronavírus.

ANÚNCIO

Recentemente a empresa promoveu a redução do número de empregados que operam em suas atividades industriais. Em meio às alterações, a Vale anunciou parcerias com empresas japonesas para fundar uma nova companhia, visando a produção consciente de ferro por meio de soluções de baixo carbono.

Vale tem alta de 5,5% na produção de minério de ferro
Fonte: (Reprodução/Internet)

Acompanhe as últimas notícias sobre uma das maiores empresas do mundo do ramo da mineração.

Segundo trimestre indica recuperação

A Vale (VALE3) protagonizou grandes perdas nos primeiros meses do ano, seus lucros líquidos despencaram 14,3%, resultando numa receita de 6,03 bilhões de dólares. Este desempenho foi inferior ao obtido em 2019, que atingiu 8,2 bilhões de dólares.

ANÚNCIO

Em contrapartida, com o reaquecimento da economia global, a mineradora registrou alta de 13,4% na produção de minério, entre os meses de maio e junho. De acordo com relatório divulgado pela empresa, isto indicou uma recuperação ante aos resultados do primeiro trimestre.

Quando este índice é comparado com o obtido no mesmo período em 2019, o crescimento foi menos expressivo, de 5,5% nas operações, culminando na produção de 67,6 milhões de toneladas do minério de ferro. Somando este dados registrados até então, a multinacional fechou o primeiro semestre com 123,2 milhões de toneladas.

Queda na produção e comercialização do ferro

Apesar do segundo trimestre ter mostrado reação otimista à crise global, ainda ocorreu a queda de 7,1% do volume de operação de minério realizado no primeiro semestre do ano anterior. Estes dados indicam que os ganhos percebidos pela Vale estão longe da sua melhor performance.

ANÚNCIO

A venda de ferro também apresentou recuo de 11,8%. Além disso, a estimativa é que ocorram perdas também na produção adicional do minério, chegando ao déficit de 6,3 milhões de toneladas no segundo semestre.

Este resultado na comercialização é devido ao alto nível de produção junto à baixa procura durante os meses que marcaram a suspensão das atividades econômicas. De acordo com a empresa, esse baixo desempenho faz parte dos impactos negativos causados pela Covid-19.

Pelotas e cobre

As atividades voltadas à produção de pelotas e cobre cresceram no primeiro trimestre. A primeira teve aumento de 2,1%, o que correspondeu a 7,07 milhões de toneladas. A segunda registrou 84,5 mil toneladas.

Vale tem alta de 5,5% na produção de minério de ferro
Fonte: (Reprodução/Internet)

No entanto, ainda sim os números foram abaixo do crescimento atingido em 2019. A queda na pelotização foi de 22% na produção trimestral e de 34,1 nas operações do primeiro semestre de 2020.

O cobre também seguiu a onda de retração, que teve em torno de 179 mil toneladas fabricadas, o que está aquém do projetado pela companhia. Segundo a Vale, a estimativa para a produção deste metal era de no mínimo 360 mil toneladas neste ano.

Ações em desvalorização

As ações da Vale (VALE3) chegaram a recuar 2,24%, em meio ao temor da mineradora não estar apta para cumprir as metas de produção estipuladas para 2020. O pessimismo do mercado surgiu após a divulgação do relatório, que demonstrou, em grande parte, o desempenho negativo em suas atividades, segundo o Valor Investe.

A companhia permaneceu estimando que sua produção de minério de ferro chegará a 310 milhões de toneladas ainda no segundo semestre. Porém, especialistas financeiros desacreditam desta possibilidade em razão dos reflexos da crise ocasionada pelo coronavírus.

ANÚNCIO