Títulos do Tesouro Direto – Preços e taxas

ANÚNCIO

Uma das formas mais seguras de fazer investimento é adquirindo títulos do Tesouro Nacional. Essa forma de aplicação é bastante utilizada por pessoas que estão começando no mercado financeiro.

Outro público que também é adepto desta modalidade é o investidor considerado conservador. Por que conservador? Os títulos do Tesouro possuem a característica de recebimento garantido, tendo em vista que você está emprestando dinheiro para União.

ANÚNCIO

Quem está interessado nesse mercado precisa estar acompanhando a divulgação de preços e taxas pois isso influencia no valor que será pago pelos papéis. Um fator que influencia essa precificação são os dados divulgados sobre a economia. É importante ficar atento.

tesouro diteto
Fonte:(reprodução/internet)

Confira neste texto informações sobre os títulos do Tesouro Direto, bem como os valores de preços e taxas recentemente divulgados. Atual relatório do Banco Central refletiu nesta forma de investimento.

Já ouviu falar em Tesouro Direto?

Este conceito foi instituído pelo Tesouro Nacional juntamente o bolsa de valores brasileira, B3. O Tesouro é um órgão que gerencia o erário público, isto é ele tem acesso aos recursos financeiros da União. Todo o capital do país é coordenado por esta secretaria.

ANÚNCIO

O objetivo principal deste programa é possibilitar a compra de títulos públicos ou da Dívida Pública por pessoas físicas de modo online. Este ativo te dá o direito de ser credor do governo federal, e este será seu devedor.

Quando é efetuada a transação, o investidor já tem data pré estabelecida do pagamento deste valor com a incidência de juros. Esta forma de aplicação é recomendada para pessoas que possuem pouco capital para aplicar, e que não possuem segurança para empregá-lo em ações.

Os profissionais do mercado financeiro indicam ter título público na cesta de investimento, pois é uma forma de assegurar suas aplicações. Isso ocorre pois estes ativos são de renda fixa e oferece certeza de quanto será o seu retorno financeiro.

ANÚNCIO

Como ele funciona?

Antes de explicar mais a fundo, é válido informar que os títulos públicos podem ser adquiridos de diversas formas. Os bancos oferecem este serviço e corretoras de investimentos também, a escolha vai depender do produto que mais lhe for atrativo.

A compra deste ativo é feita a partir do valor mínimo de 30 reais podendo ser encontrado com outros preços acima deste. De acordo com as instruções da página governamental Tesouro Fazenda, o dono do título terá acesso à plataforma de transações do Tesouro Direto.

No entanto, isso só ocorre após a contração de serviços de uma instituição financeira, tendo em vista que ela fará uma espécie de segurança do seu ativo. Outra recomendação dada é que o investidor não retire o valor antes da data estipulada.

Isso é instruído porque pode acarretar perdas no investimento. O ideal é adquirir o título ciente da data de vencimento e do seu respectivo valor. O lucro desta aplicação normalmente é pensado à longo prazo, isto é, ele é usufruído depois de alguns anos.

Conheça preços e taxas

É importante conhecer os preços e as taxas do títulos do Tesouro Direto, pois isso reflete diretamente no valor que o investidor irá perceber. Como dito no tópico anterior, ocorre a incidência de juros no papel comprado do crédito federal.

Dessa forma, o Tesouro negocia a quantia que será paga caso o interessado decida financiar a dívida. Um fator que influencia nestes valores é a economia do país. O que não significa a possibilidade de inadimplência da União.

Porém, as taxas e juros podem diminuir se o cenário econômico for instável. Exemplo disso foi o que ocorreu nesta segunda-feira(8). O Banco Central anunciou a estimativa de contração do Produto Interno Bruto do país para este ano.

O registro apontou o índice de 6,48% de redução, queda ainda maior que a anteriormente informada na primeira semana de junho. O infoMoney relatou que o valor da Taxa Selic apresentou alta de 3,38% para o ano que vem.

tesouro direto
Fonte:(reprodução/internet)

O aumento da Selic é uma medição clara de que a economia não vai bem. No entanto, para investidores de títulos públicos, a sua crescente pode ser interessante. Isso significa que este ativo se torna mais barato no mercado.

No entanto, o retorno com a incidência do IPCA obteve uma pequena redução. Exemplo disso, foi que os títulos com vencimento para o ano de 2045 apresentaram ,na última sexta-feira, uma taxa de rendimento de 4,11%, já neste segunda feira 4,08%.

Perceba que títulos com datas mais próximas de vencimento possuem um menor valor de IPCA. Os investimentos com previsão de retirada para 2026 apresentam índice de 2,72 e o valor mínimo de R$55,75. O preço tende ser mais alto.

Enfim, confirmando a informação de ser uma aplicação buscando lucratividade a longo prazo, os títulos para 2045 custam o valor de R$36,53. Então, caso deseje obter maior retorno financeiro, o ideal é procurar por papéis de dívidas com vencimentos mais distantes.

ANÚNCIO