TikTok: Bytedance pode perder prazo para venda do aplicativo nos EUA

ANÚNCIO

A empresa chinesa ByteDance poderá perder o prazo imposto pelo presidente Donald Trump para a venda das operações do TikTok nos Estados Unidos.

Conforme a Bloomberg, o atraso poderá acontecer devido às novas regulamentações chinesas que complicaram as negociações com as licitantes Microsoft (MSFT34) e Oracle (ORCL34), companhias interessadas no aplicativo.

ANÚNCIO

Há meses a ByteDance vem conversando com o governo dos EUA visando encontrar maneiras para evitar uma venda total dos ativos no país. Mas, ainda não foi divulgada qualquer resposta do presidente americano ao pedido da empresa.

TikTok: Bytedance pode perder prazo para venda do aplicativo nos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja mais informações sobre a venda dos ativos do TikTok nos EUA.

ByteDace é prejudicada por regulamentação chinesa

A mídia internacional especula que a ByteDance tem grande chance de ultrapassar o prazo de 20 de setembro fixado por Trump, para tentar negociar as regulamentações chinesas com as potenciais compradoras Microsoft (MSFT34) e Oracle (ORCL34).

ANÚNCIO

A venda dos serviços do TikTok para as marcas americanas pode estar comprometida. Isto porque as autoridades chinesas introduziram novas restrições às exportações de tecnologia.

Esta medida poderá resultar numa possível necessidade de aprovação da China para que o TikTok venda seu algoritmo, que é parte do valor central do aplicativo.

Como resposta aos rumores de um eventual atraso, a ByteDance afirmou que o governo chinês não tem jurisdição sobre o conteúdo da ferramenta. Logo, não irá atrapalhar as negociações com as licitantes.

ANÚNCIO

TikTok pode ser banido dos EUA

O governo Trump ameaçou banir o TikTok caso a controladora ByteDance não divulgue plano de venda das operações do aplicativo nos EUA. A exigência é que os ativos sejam vendidos para uma empresa americana até 20 de setembro.

Caso a marca chinesa não realize a transação até a data fixada, os serviços da plataforma serão banidos do território americano no dia 29 de setembro. Também, a comercialização dessas operações deverão ser concluídas até 12 de novembro deste ano.

O presidente americano afirmou que cancelaria as atividades da ferramenta chinesa pois, segundo ele, o aplicativo apresenta um potencial risco à segurança nacional do país já que o TikTok tem acesso a uma grande quantidade de dados privados dos consumidores dos EUA.

BytDance tenta evitar venda total do aplicativo

Em corrida contra o tempo, a ByteDance segue em negociação com o governo dos EUA sobre possíveis soluções que permitam que o país retenha apenas parte das operações do aplicativo no país.

Conforme a CNBC, essas possibilidades incluem a entrega do controle operacional dos dados do TikTok a uma empresa de tecnologia dos EUA, enquanto a companhia chinesa mantém propriedade de alguns ativos.

ANÚNCIO