Sony (SNE) inicia testes em vias públicas com seu veículo elétrico

ANÚNCIO

A Sony (SNE) começou a testar seu carro elétrico Vision-S em vias públicas, com a gigante japonesa de tecnologia afirmando que o desenvolvimento do protótipo do veículo atingiu o próximo estágio.

Em um anúncio feito no evento de tecnologia CES 2021 esta semana, a empresa disse que os testes do veículo começaram na Áustria no mês passado para o que descreveu como avaliação técnica, pois visa melhorar sua segurança.

ANÚNCIO

Olhando para o futuro, a Sony diz que planeja continuar o trabalho de desenvolvimento do veículo e realizar testes em outras regiões. Dado que o veículo é apenas um protótipo, e a Sony (SNE) não é conhecida por fazer carros, resta saber quais são os planos gerais da empresa para o Vision-S.

Sony (SNE) inicia testes em vias públicas com seu veículo elétrico
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja mais: Xpeng (XPEV) anuncia recurso de direção autônoma

Sony (SNE) desenvolveu junto de Magna Steyr (MGA)

De acordo com a empresa, dois motores de 200 quilowatts, localizados em sua dianteira e traseira, movem o carro de quatro lugares que pesa 5.180 libras, ou 2.350 kg. O veículo usa 40 sensores para monitorar a segurança e realizar uma série de tarefas, como estacionamento autônomo.

ANÚNCIO

Em um site que descreve o projeto e suas especificações, ele descreve o conteúdo e o protótipo do veículo como sendo destinados a ilustrar nossos conceitos futuros na área de mobilidade urbana.

A Sony (SNE) trabalhou com alguns participantes importantes no projeto. Entre os ilustres participantes do projeto, está incluso o fabricante de veículos Magna Steyr (MGA).

De fato, em outro vídeo publicado pela Sony (SNE) na segunda-feira (18), Frank Klein, presidente da Magna Steyr (MGA), descreveu o Vision-S como apenas o ponto de partida de sua cooperação conjunta.

ANÚNCIO

Setor de veículos elétricos cresce rapidamente

A incursão da Sony (SNE) na mobilidade chega em um momento em que participantes estabelecidos no setor de VEs estão procurando aumentar suas ofertas de veículos elétricos e desafiar a Tesla (TSLA) de Elon Musk, que entregou 499.550 veículos em 2020.

Na terça-feira (19), o Grupo Volkswagen (VOW) disse que sua marca Volkswagen Passenger Cars vendeu quase 134.000 veículos elétricos a bateria em 2020, contra 45.117 em 2019. 

Além disso, a Volkswagen (VOW) também vendeu 78.000 híbridos plug-in no ano passado, em comparação com 37.053 em 2019. Esses números colocam a marca em algum tipo de perspectiva, uma vez que a Tesla (TSLA) diz que entregou 180.570 veículos no quarto trimestre de 2020. 

Em um comunicado, Ralf Brandstätter, CEO da Volkswagen Passenger Cars, estava otimista com as perspectivas da empresa no futuro. “Estamos no bom caminho para alcançar nosso objetivo de nos tornarmos líderes de mercado em veículos elétricos a bateria”, disse ele.

Carbono zero e novas tecnologias crescem no mercado

Em um sinal de como as coisas estão mudando no setor automobilístico, na semana passada o CEO da Daimler (DAI) enfatizou a importância das tecnologias de baixa emissão de carbono e da inovação.

Falando em uma entrevista com Annette Weisbach, repórter da rede de notícias americana CNBC, Ola Källenius disse que a indústria automotiva estava no meio de uma transformação.

“Além das coisas que sabemos bem – para construir, francamente, os carros mais desejados do mundo – existem duas tendências tecnológicas que estamos dobrando: eletrificação e digitalização, acrescentou Källenius.

Os comentários de Källenius foram feitos no mesmo dia em que a Daimler (DAI) anunciou que sua divisão de carros Mercedes-Benz vendeu mais de 160 mil híbridos plug-in e veículos totalmente elétricos em 2020.

Leia também: Mercedes-Benz, da Daimler (DAI), revela novo SUV elétrico

Traduzido e adaptado por equipe Folha Capital.

Fontes: CNBC e Autoweek.

ANÚNCIO