Pfizer (PFIZ34) diz não ter dados do estágio final da vacina contra Covid-19

ANÚNCIO

A farmacêutica Pfizer (PFIZ34) comunicou que até o momento não tem os dados do último estágio de teste da vacina contra o coronavírus que está desenvolvendo com a alemã BioNTech (B1NT34). 

Também, a empresa forneceu um cronograma para o lançamento improvável da imunização antes da eleição presidencial dos Estados Unidos que será realizada no dia 3 de novembro.

ANÚNCIO

Conforme a Pfizer (PFIZ34), ainda não ocorreram infecções suficientes no teste de 44.000 voluntários para desencadear uma análise sobre a eficácia da vacina. Um painel independente conduzirá a primeira análise quando chegar a 32 infecções.

Pfizer (PFIZ34) diz não ter dados do estágio final da vacina contra Covid-19
Fonte: (Reprodução/Internet)

Pfizer (PFIZ34) estima divulgar resultados da vacina após eleição nos EUA 

O presidente-executivo Pfizer (PFIZ34), Albert Bourla, declarou que depois de obter as informações suficientes sobre a eficácia de sua vacina contra o coronavírus, normalmente leva de 5 a 7 dias para que a empresa possa divulgar publicamente os dados. Isto significa que provavelmente a divulgação ocorra após a eleição presidencial dos EUA.

Donald Trump, atual presidente dos EUA, afirmou que uma vacina poderia estar disponível antes das eleições de 3 de novembro, mas nas últimas semanas o governo enfatizou que uma das propostas de imunização estaria pronta este ano sem mencionar o mês exato. 

ANÚNCIO

Anteriormente, Bourla já tinha dito que a empresa poderia divulgar os resultados dos testes neste mês porém chegou a dizer que a eleição presidencial é um marco artificial. O executivo acrescentou que a vacina não será republicana ou democrata, mas sim dos cidadãos.

Leia mais: Farmacêutica norte-americana planeja solicitar uso emergencial da vacina.

Farmacêutica visa liderança na corrida pela imunização

A Pfizer (PFIZ34) espera ser a primeira farmacêutica dos EUA a revelar dados bem-sucedidos de um ensaio de vacina contra o coronavírus em estágio final, à frente da rival Moderna (M1RN34). No final de julho, a companhia norte-americana e a BioNTech (B1NT34) lançaram seu estudo clínico. 

ANÚNCIO

Traduzido e adaptado por Equipe Folha Capital

Fonte: Reuters.

ANÚNCIO