Petróleo encerra sessão com ganhos e acumula alta no trimestre

ANÚNCIO

Na quarta-feira (30), no fechamento do mês de setembro, os contratos futuros de petróleo encerraram a sessão em alta fechando o trimestre com ganhos após os estoques americanos indicarem a terceira queda semanal. 

O movimento foi motivado pela renovação das estimativas por um novo pacote de estímulo financeiro que pode ser aprovado nos EUA. Também, os ativos de risco avançaram impactando o mercado de commoditie.

ANÚNCIO

Na oposição ao otimismo, de acordo com a Universidade Johns Hopkins os números de casos confirmados de Covid-19 no mundo subiram para 33,78 milhões. Os EUA é o país com mais casos de contaminação e mortes.

Petróleo encerra sessão com ganhos e acumula alta no trimestre
Fonte: (Reprodução/Internet)

Petróleo Brent e WTI acumulam ganhos no terceiro trimestre

Em meio à expectativa pelo pacote de estímulo, os contratos futuros do petróleo Brent e do West Texas Intermediate (WTI) para novembro saltaram no última sessão. 

  • Brent: alta de 1,78%, a US$ 42,30 o barril;
  • WTI: avançou 2,41%, a US$ 40,22 o barril. 

No acumulado do terceiro trimestre, os preços do WTI e do Brent somaram ganhos de 2,79% e 2,41%, respectivamente. Já em relação ao mês de setembro, os contratos sofreram forte baixa.

ANÚNCIO
  • Brent: recuou 6,58%;
  • WTI: baixa de 5,60%.

Estoques caem pela terceira semana seguida

O desempenho apresentado pela commoditie foi influenciado pela notícia do Departamento de Energia dos EUA, que informou que os estoques do petróleo recuaram pela terceira semana seguida, em aproximadamente 2 milhões de barris. 

Apesar do ânimo com o resultado, o gerente da Tyche Capital Advisors, Tariq Zahir, afirmou que os riscos para os preços da commoditie ainda permanecem, principalmente com a ocorrência de uma segunda onda do coronavírus

Segundo o especialista, o surgimento de novos casos e o aumento de número de mortes pode ser prejudicial à demanda por petróleo. Além disso, a Líbia voltou ao mercado petrolífero o que também impactará os preços do combustível. 

ANÚNCIO
ANÚNCIO