Papéis da Tesla (TSLA) avançam com divulgação de lucro recorde

ANÚNCIO

Na quarta-feira (21), a Tesla (TSLA) divulgou de longe seu melhor resultado trimestral e declarou que ainda espera atingir a meta de meio milhão de vendas de carros este ano.

Os fortes resultados e a meta ambiciosa foram uma boa notícia para os investidores em ações de alto nível, que valorizaram mais de 400% neste ano. Com a repercussão, as ações da Tesla (TSLA) operam em alta de 3,01%, na abertura do mercado americano de hoje. 

ANÚNCIO

O público chegou a duvidar que a montadora poderia atingir sua meta de entrega de 500.000 carros aos clientes este ano devido ao fechamento da fábrica em Fremont, Califórnia, com a pandemia da pandemia da Covid-19. 

Papéis da Tesla (TSLA) avançam com divulgação de lucro recorde
Fonte: (Reprodução/Internet)

Tesla (TSLA) tem lucro histórico de US$ 874 milhões no terceiro trimestre 

A valorização das ações da Tesla (TSLA) veio após a empresa reportar lucro recorde de US$ 874 milhões, sem itens especiais, aumento de 156% em comparação com o ano anterior e praticamente o dobro do lucro do segundo trimestre. 

  • Analistas previam ganhos de US$ 593 milhões.

Já com a inclusão dos itens especiais, o lucro líquido ficou em US$ 331 milhões. Ainda sim, o resultado significa mais que o triplo de ganhos  registrado entre os meses de abril e junho, que foi divulgado quando a Tesla (TSLA) ainda superava o lockdown de suas fábricas.

ANÚNCIO

Com o resultado positivo, os BDRs da marca negociados na B3 (B3SA3) sobem a 2,51%, a R$ 76,15.

Fabricante de veículos elétricos tem receita milionária

Também, a montadora de Elon Musk atingiu receita de US$ 8,8 bilhões no trimestre, um aumento de 39% em relação ao ano anterior. No mesmo ritmo, o fluxo de caixa mais do que triplicou, para US$ 1,4 bilhão. 

Leia mais: Fabricante de carros elétricos prevê entrega de 500 mil unidades em 2020.

ANÚNCIO

Por fim, entre o caixa gerado pelas operações e o dinheiro arrecadado nas vendas recentes de ações, a empresa, antes sem dinheiro, encerrou o trimestre com US$ 14,5 bilhões em caixa, alta de 69% em apenas três meses.

“Devemos ter liquidez suficiente para financiar nosso roadmap de produtos, planos de expansão de capacidade de longo prazo e outras despesas”, declarou a empresa em comunicado.

Traduzido e adaptado pela Equipe Folha Capital.

Fonte: CNN

ANÚNCIO