Os 3 assuntos que vão mexer com o mercado nesta sexta-feira

ANÚNCIO

Nesta sexta-feira (25), 3 assuntos prometem movimentar o mercado. As Bolsas mundiais iniciaram o dia em queda, em meio ao monitoramento de novos casos de contaminação da Covid-19 na Europa. 

Nos Estados Unidos, os investidores aguardam definição sobre novo pacote de estímulo econômico. Em Wall Street, o pré-market foi marcado por percentuais negativos, mas após a abertura do mercado de ações os índices mostraram recuperação. 

ANÚNCIO

Enquanto isso, no Brasil o público apresenta pessimismo após o governo pedir a suspensão da votação para a prorrogação do seguro-desemprego de pessoas demitidas durante a crise pandêmica. 

Os 3 assuntos que vão mexer com o mercado nesta sexta-feira
Fonte: (Reprodução/Internet)

Bolsas mundiais divergem nos resultados

No começo do dia, as Bolsas mundiais mostraram queda, mas logo depois se desconectaram nos resultados. O mercado europeu é o que mais vem sofrendo perdas em razão do aumento de novos casos de contaminação do coronavírus. 

Os índices da Alemanha, Itália e de Paris vêm apresentando baixa generalizada com o mercado alemão indicando as maiores perdas. Separadamente, o índice de Londres mostra leve avanço. 

ANÚNCIO
  • Índice Euro Stoxx (SX5E): -0,93%, às 10H58 (horário de Brasília);
  • Dax  (DAX), da Alemanha: -1,27%;
  • CAC (PX1), de Paris: -1,04%;
  • FTSE MIB (FTSEMIB), da Itália: -0,93%;
  • FTSE 100 (UKX), de Londres: +0,23%.

Nos Estados Unidos, os índices americanos mostraram recuperação após reportar baixas no pré-market. O Nasdaq (IXIC) opera em alta de 0,86%, enquanto o S&P 500 (INX) e Dow Jones (DIJ) sobem 0,37% e 0,27%, respectivamente.

Mercado asiático tem desempenho misto

Ainda, no mercado asiático os índices também operaram distintos. Em Hong Kong, o Hang Seng (HSI) caiu 0,32%. Na China, o Shangai SE (000001) recuou 0,12% enquanto no Japão, o Nikkei (NI225) operam em alta de 0,51%.

  • KOSPI (KOSPI), Coreia do Sul: subiu 0,27%;
  • Bolsa de Dalian: queda de 0,20% nos futuros de minério de ferro;
  • Petróleo Brent e WTI: alta de 0,12% e 0,26%, respectivamente. 

Empresas brasileiras movimentam o radar corporativo 

No setor das empresas, o Magazine Luiza (MGLU3) foi acusado de racismo por ter lançado programa de treinamento exclusivo para pessoas negras. No entanto, o Ministério Público do Trabalho de São Paulo rejeitou as denúncias. 

ANÚNCIO
Os 3 assuntos que vão mexer com o mercado nesta sexta-feira
Fonte: (Reprodução/Internet)

No campo de ações, a Melnick Even precificou sua oferta inicial de ações em R$ 5,50. O preço é inferior ao fixado na faixa indicativa, de até R$ 12,50.  

  • Tenda (TEND3) comunicou pagamento de dividendos;
  • Vale (VALE3) anunciou remuneração aos detentores de debêntures;
  • Tecnisa (TCSA3) rejeita proposta de fusão da Gafisa (GFSA3).

Ainda no radar corporativo, a Vulcabras Azaleia (VULC3) anunciou a aprovação do licenciamento da marca Azaleia à também empresa de calçados Grendene (GRND3) pelo prazo de três anos. 

Governo discute gasto bilionário para seguro-desemprego

No Brasil, o Ministério da Economia solicitou a suspensão da votação sobre seguro-desemprego e pediu o prazo de 15 dias para apresentar novo projeto. 

A proposta prevê duas parcelas extras do benefício, cada uma delas deve gerar gasto de R$ 8,35 bilhões aos cofres públicos. Já o projeto apresentado pelos sindicatos estima despesa adicional de R$ 16,7 bilhões. 

Por fim, os investidores seguem de olho no pacote de medidas do ministro da Economia, Paulo Guedes, que levanta a possibilidade da criação de uma nova CPMF.

ANÚNCIO