Oi (OIBR3; OIBR4) tem aditamento de recuperação judicial aprovado

ANÚNCIO

Na noite da última terça-feira (8), após deliberação os credores da companhia telefônica Oi (OIBR3; OIBR4) aprovaram aditamento no plano de recuperação judicial. Com a alteração, a empresa poderá promover a venda de alguns ativos. 

De acordo com a operadora, os recursos levantados com a comercialização dos ativos incluirão os serviços de data center,  as unidades de telefonia móvel e outras divisões de telecomunicações. Os valores captados serão destinados a investimentos e ao reembolso de credores. 

ANÚNCIO

A estimativa é que a venda desses produtos some mais de 22 bilhões de reais. Além disso, durante a discussão das alterações a Oi (OIBR3; OIBR4) propôs que empresas Claro (NETC4), TIM (TIMP3) e Vivo (VIVT4) recebessem o status de “stalking horse” na negociação pela unidade móvel.

Oi (OIBR3; OIBR4) tem aditamento de recuperação judicial aprovado
Fonte: (Reprodução/Internet)

Acompanhe a evolução das venda das unidades Oi (OIBR3; OIBR4). 

Oi (OIBR3; OIBR4) diverge com bancos sobre aditamento 

Durante a assembleia de credores, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil (BBAS3) e o Itaú Unibanco (ITUB4) divergiram com a Oi (OIBR3; OIBR4) sobre a proposta de aditamento do plano de recuperação judicial

ANÚNCIO

Segundo as instituições financeiras, quando o valor nominal da dívida é comparada com o plano feito em 2017 é verificado uma depreciação entre 55% e 60% desse montante a ser quitado pela operadora. 

Os representantes das instituições solicitaram suspensão da assembleia por no mínimo 30 dias para que o aditamento da proposta fosse reavaliada. No entanto, o requerimento não foi concedido pelo administrador judicial do processo de recuperação. 

Apesar da decisão, a Oi (OIBR3; OIBR4) promoveu a diminuição da diferença da dívida para deságio entre 50% a 55%. O presidente da companhia, Rodrigo Abreu, afirmou antes da votação dos credores que as alterações feitas visavam a aprovação e execução do novo plano. 

ANÚNCIO

Analistas avaliam aprovação dos credores

Segundo especialistas do Bradesco BBI, a aprovação dos credores irá promover o desbloqueio de quantia significativa para os acionistas da Oi (OIBR3; OIBR4). No entanto, apontam que deverá ocorrer um aumento de 1 bilhão de reais na dívida líquida da empresa.

A previsão dos analistas é que os bancos diminuam a redução do descontos dos créditos em razão do volume de propostas pela unidade móvel da operadora . Inclusive, recentemente a companhia aceitou proposta vinculante da Claro (NETC4), TIM (TIMP3) e Vivo (VIVT4) pela operação. 

Em meio à aprovação do plano de recuperação judicial, as ações da Oi (OIBR3; OIBR4) recuaram 2,15% e 4,97%, respectivamente, às 16:56, no Ibovespa (IBOV).

ANÚNCIO