Mercado global avança após médico de Trump prever alta do presidente

ANÚNCIO

Nesta segunda-feira (5), as Bolsas mundiais começaram o dia em alta após Sean Conley, médico de Donald Trump, afirmar que o republicano poderia receber alta do Walter Reed National Medical Center.

Na última semana, o presidente norte-americano e sua esposa, Melania Trump, testaram positivo para o coronavírus, o que levou o mercado global a despencar com a notícia.

ANÚNCIO

Com a contaminação de Trump, as incertezas sobre a eleição presidencial, que acontecerá dentro de quatro semanas, aumentaram ainda mais nos EUA e no mercado.

Mercado global avança após médico de Trump prever alta do presidente
Fonte: (Reprodução/Internet)

Bolsas internacionais sobem com atualização do quadro de Trump

O pronunciamento médico sobre atual quadro de Trump marca uma reversão em relação à última sexta-feira (02), quando o mercado global despencou após o presidente dos EUA informar em publicação no Twitter o resultado de seu teste da Covid-19.

  • Japão: Nikkei (NI225) +1,2%;
  • Coreia do Sul: Kospi (KOSPI) +1,29%;
  • Hong Kong:  Hang Seng (HSI) + 1,32%;
  • Londres: FTSE 100 (UKX) 0,65%;
  • França: CAC 40 (PX1) +0,78%;
  • Alemanha: Dax (DAX)+ 0,71%.

Além de uma possível recuperação do estado de saúde do presidente norte-americano, os investidores continuam depositando suas esperanças em um novo pacote de estímulo nos EUA.

ANÚNCIO

Wall Street mostra otimismo com previsão de alta

Também com desempenho positivo, os índices futuros do mercado americano avançam com a notícia de eventual alta de Donald Trump do hospital militar.

  • Os índices Dow Jones (DIJ), S&P 500 (INX) e Nasdaq (IXIC) sobem entre 0,4% e 0,6%.

No final de semana, vários relatórios semearam confusão sobre a condição do presidente dos EUA. Enquanto seus médicos afirmaram que ele estava se recuperando, o chefe de gabinete Mark Meadows declarou que os sinais vitais de Trump eram preocupantes.

ANÚNCIO