Mercado de ações – Guedes, Bolsonaro, China e EUA acentuam volatilidade

ANÚNCIO

Em meio às tensões na política nacional e à relação conturbada entre Estados Unidos e China, especialistas do mercado previram uma semana volátil para o mercado de ações.

No Brasil, a parceria de Paulo Guedes, ministro da Economia e o presidente da república,  Jair Bolsonaro, foi apontada pela mídia como instável após impasses sobre teto de gastos e reformas tributária e administrativa.

ANÚNCIO

No cenário internacional, os investidores ficam apreensivos sobre pacote de estímulo financeiro dos EUA e tratativas comerciais com a China. Todas as movimentações políticas e financeiras trouxeram impacto nas bolsas.

Mercado de ações - Guedes, Bolsonaro, China e EUA acentuam volatilidade
Fonte: (Reprodução/Internet)

Confira as últimas notícias do Brasil e do mundo e reação no mercado financeiro.

Rumores sobre substituição de Guedes

De acordo com fontes do Correio Braziliense, profissionais próximos ao presidente afirmaram que o político anda impaciente com apontamentos de Paulo Guedes que discorda em furar o teto de gastos, considerando até mesmo substituí-lo.

ANÚNCIO

Roberto Campos Neto, atual presidente do Banco Central, tem sido cotado como possível substituto de Guedes no Ministério da Economia, conforme informou o jornal.

Segundo Jason Vieira, economista da Infinity Asset, Guedes juntamente com os planos de reforma e a sustentação fiscal são os três pilares do mercado financeiro. Ainda que possam se tratar de rumores, as informações tem grande potencial de impactar o mercado.

Acordo comercial e TikTok marcam tensões entre China e EUA

O acordo comercial entre China e EUA, na fase 1 que foi desmarcado pelos EUA, é outro fator que marca a volatilidade das ações.

ANÚNCIO

As negociações estavam marcadas para acontecer no último final de semana, entretanto, o governo americano desmarcou o encontro que significaria uma possível pacificação entre as nações.

O acordo foi assinado pelos países no mês de janeiro com previsão para ser discutido em agosto, após diversos episódios com desentendimentos políticos e comerciais.

Mercado de ações - Guedes, Bolsonaro, China e EUA acentuam volatilidade
Fonte: (Reprodução/Internet)

Também, o presidente dos EUA, Donald Trump, estipulou o prazo de 90 dias para que a companhia chinesa ByteDance, controladora do aplicativo TikTok, venda as operações da ferramenta no território americano.

Recentemente, Trump se manifestou pela proibição do TikTok no país e declarou que a atuação de outras empresas chinesas nos EUA estão sob análise do governo.

Mercado brasileiro teme saída de Guedes e índices americanos variam

Em meio às especulações sobre a saída de Guedes do governo Bolsonaro, o Ibovespa (IBOV) indicava forte queda de 2,31%, a 99.016 pontos, às 15h53.

  • Dólar comercial: alta de 0,82%, a 5,46 reais (compra) e a 5,47 reais (venda).

Nos Estados Unidos, apesar da demora do Congresso americano para chegar a um acordo sobre o pacote de estímulo financeiro, as Bolsas de Valores indicaram variação em seus índices.

  • Dow Jones (DJI) recuava 0,25%, a 27.861 pontos;
  • S&P 500 (INX) apontou avanço de 0,31%, a 3.383 pontos
  • Nasdaq (IXIC) com ganho de 1,04%, a 11.134 pontos.

O resultado misto no mercado de ações foi impulsionado pelo fechamento de relatórios financeiros de grandes marcas do varejo estadunidense que registraram desempenho superior ao estimado pelos analistas.

ANÚNCIO