Mercado americano recua após ações de tecnologia sinalizarem recuperação

ANÚNCIO

Os índices futuros do mercado americano operam em queda nesta sexta-feira (25). Caso o desempenho permaneça negativo esta será a quarta semana consecutiva de perdas em Wall Street

 No geral, o Dow Jones Industrial Average, S&P 500 e do Nasdaq Composite mostram recuo seguindo o desempenho obtido em pregões anteriores. Na sessão de quinta-feira, os índices sinalizaram recuperação com as ações de tecnologia indicavam alta. 

ANÚNCIO

Naquele pregão, o mercado estava saindo de uma sessão agitada em que as principais médias registravam pequenos ganhos, à medida que as principais empresas de tecnologia registravam amplos ganhos. 

Mercado americano recua após ações de tecnologia sinalizarem recuperação
Fonte: (Reprodução/Internet)

Índices futuros do mercado recuam mais de 1%

O mês de setembro tem se mostrado conturbado para os principais mercados do mundo. Os índices americanos, em conjunto, chegam a acumular queda de mais de 20% neste período. No pré-market, os percentuais também são negativos. 

  • Dow Jones (DJI): -0,7% ou perda de 200 pontos;
  • S&P 500 (INX): -0,7%;
  • Nasdaq 100 (IXIC): – 0,5%.

Grande parte das perdas de setembro se concentra em ações de tecnologia de alta capitalização, que têm um grande peso nos índices. As ações da Apple (AAPL34) subiram 1% na quinta-feira, mas ainda soma perda de mais de 19% em relação a outros pregões.

ANÚNCIO

Novo estímulo econômico pode não acontecer

A recuperação econômica dos EUA se tornou um tema quente nas últimas semanas em Wall Street, especialmente depois da morte da magistrada Ruth Bader Ginsburg, juíza da Suprema Corte americana.

O acontecimento levou muitos estrategistas a perderem a esperança de que outro pacote de estímulo econômico possa acontecer antes da eleição. O Goldman Sachs (GSGI34) chegou a cortar de 6% para 3% sua projeção para o crescimento do PIB no quarto trimestre. 

Segundo a CNBC, os democratas da Câmara estão preparando um estímulo de US$ 2,4 trilhões que pode ser votado na próxima semana. Especula-se que mais concessões do seguro desemprego e ajuda às companhias aéreas fazem parte do projeto.

ANÚNCIO
ANÚNCIO