Marathon (M1PC34) planeja fechar refinarias de petróleo nos Estados Unidos

ANÚNCIO

A petroleira norte-americana Marathon Petroleum Corporation (M1PC34) anunciou que pretende encerrar permanentemente as atividades duas de suas refinarias, uma situada em Martinez, no estado da Califórnia e a outra em Gallup, Novo México, ambas nos Estados Unidos.

Com o fechamento dessas unidades, mais de 800 pessoas ficarão desempregadas. Segundo a empresa, a decisão foi motivada pela queda na demanda por combustíveis causada pela pandemia.

ANÚNCIO

As duas refinarias da marca já enfrentava redução em suas operações em decorrência dos impactos na produção e consumo do petróleo, originadas também pela alta curva de contaminação da Covid-19 nos EUA.

Marathon (M1PC34) planeja fechar refinarias de petróleo nos Estados Unidos
Fonte: (Reprodução/Internet)

Entenda quais são resultados da maior refinaria dos Estados Unidos e qual será o futuro das unidades da petrolífera.

Reflexos da covid-19 no desempenho da Marathon (M1PC34)

A Marathon (M1PC34) faz parte do grupo de petroleiras afetadas pela Covid-19 nos EUA. A maioria das refinarias norte-americanas registram inutilização de 20% de sua capacidade total de produção, em razão da diminuição dos voos domésticos e internacionais e do uso de automóveis.

ANÚNCIO

De acordo com a petrolífera, a unidade localizada na Califórnia será reaproveitada para armazenar petróleo, e futuramente funcionará como instalação para produção de diesel com o uso de fontes renováveis.

Em decorrência dos reflexos da pandemia, a marca também informou que está em negociação para vender a Speedway, sua rede de postos de abastecimento. O acordo está estimado para ser de 15 a 17 bilhões de dólares.

Redução de pessoal

As unidades de refinaria nas cidades de Martinez e Galupp que serão fechadas, juntas. produzem 188 mil barris de petróleo diariamente e contam com o total de 860 funcionários.  A Marathon (M1PC34) declarou que visa reduzir seu quadro de pessoal gradualmente no mês de outubro e afirmou que as iniciativas não irão afetar as operações de petróleo.

ANÚNCIO

Desempenho no segundo trimestre

A empresa teve perda de 1,33 dólar por ação, no segundo trimestre deste ano, contra o lucro de 1,73 dólar por papel obtido em 2019. De acordo com o Investing.com, este resultado ainda foi superior ao estimado pelos analistas que projetaram prejuízo de 1,74 dólar no lucro por ação.

A Marathon (M1PC34) obteve receita de 15,2 bilhões de dólares operando abaixo dos 21,73 bilhões de dólares previsto pelos profissionais. Na bolsa de valores dos EUA, as ações da Marathon (M1PC34) foram comercializadas a 38,20 dólares no último pregão, acumulando desvalorização de 38%.

Brasil – Petrobras também regista prejuízo

No Brasil, a Petrobras registou um prejuízo bilionário no segundo trimestre desse ano. As informações foram divulgadas em balanço financeiro que apontou queda no lucro líquido graças a pandemia no país.

ANÚNCIO