Lufax: empresa chinesa planeja ingressar na Bolsa de Nova York (NYSE)

ANÚNCIO

A Lufax, uma das maiores plataformas de gestão de fortunas da China, abriu seu capital nos Estados Unidos, em meio a um grande volume de movimentações no mercado americano por parte de empresas chinesas.

Apesar das tensões geopolíticas entre EUA e China, as companhias de tecnologia têm procurado aproveitar uma recuperação nos investimentos em ação para entrar nas Bolsas de valores, principalmente em Wall Street.

ANÚNCIO

Mas, esses planejamentos podem estar ameaçados já que o governo Trump vem manifestando sua intenção em remover algumas empresas chinesas do território norte-americano.

Lufax: empresa chinesa planeja ingressar na Bolsa e Nova York (NYSE)
Fonte: (Reprodução/Internet)

Ações da Lufax serão listadas sob o código “LU”

Segundo a Securities and Exchange Commission (SEC), a Lufax, com sede em Xangai, contará com apoio da gigante financeira Ping An Group e planeja entrar na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) sob o código “LU”.

Em seu processo na SEC, a Lufax advertiu que uma desaceleração severa ou prolongada na economia chinesa ou global pode afetar de forma adversa e substancial seus negócios e condição financeira.

ANÚNCIO

“Há uma incerteza significativa sobre o relacionamento futuro entre os Estados Unidos e a China com respeito a políticas comerciais, tratados, regulamentações governamentais e tarifas”, declarou a gestora de fortunas.

Ainda, a companhia não divulgou o preço das ações bem como não informou quantos papéis irá oferecer durante a listagem.

Para coordenar a oferta pública inicial da empresa, os principais subscritores são as instituições Goldman Sachs (GSGI34), Bank of America Securities (BOAC34), UBS Investment Bank (UBSG), HSBC (HSBA) e China PA Securities.

ANÚNCIO

Gestora de fortunas reporta lucro bilionário

No primeiro bimestre deste ano, a Lufax registrou lucro líquido de 7,27 bilhões de yuans, ante 7,48 bilhões de yuans registrados no mesmo período do ano anterior, impulsionando os planos da companhia em avançar para o mercado de ações dos EUA.

Neste ano, outras empresas chinesas como Xpeng Motors (XPEV) e Li Auto (LI) fizeram oferta pública inicial nas Bolsas americanas, com papéis listados na NYSE e Nasdaq (IXIC), respectivamente.

ANÚNCIO