Lucro da Tencent (0700) sobe 89% no trimestre

ANÚNCIO

O jogo de grande sucesso da Tencent (0700) e a sólida publicidade da empresa geraram um aumento de 89% no lucro trimestral do grupo chinês de jogos e mídia social, ajudando-o a superar as previsões na quinta-feira (12).

O jogo principal da marca, Honor of Kings, também relatou um recorde de 100 milhões de usuários ativos diariamente nos primeiros 10 meses de 2020. Portanto, a maior empresa de jogos do mundo em receita, beneficiou-se do crescimento de usuários pagantes de videogames.

ANÚNCIO

O grupo chinês, que comemorou seu 22º aniversário na quarta-feira, tem uma linha de novos jogos esperando para ser lançada. Entre os games, está um lançamento de teste de uma versão móvel do League of Legends na Ásia.

Lucro da Tencent (0700) sobe 89% no trimestre
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja também: Alibaba fatura US$ 56 bilhões no Dia dos Solteiros, mas ações despencam

Tencent (0700) reporta lucro de US$ 5,8 bilhões

A Tencent divulgou lucro de US$ 5,8 bilhões (38,5 bilhões de yuans) no terceiro trimestre encerrado em setembro. Consoante aos dados da Refinitiv o resultado foi acima da estimativa média de analistas, de 30,81 bilhões de yuans.

ANÚNCIO
  • Receita: crescimento de 29%, para 125,4 bilhões de yuans.

A companhia chinesa relatou volta à normalidade na atividade publicitária após a eclosão da pandemia da Covid-19 com rápido crescimento em setores como educação, serviços de internet e comércio eletrônico.

Entretanto, a receita de sua nuvem e outros serviços de negócios, um potencial motor de crescimento futuro, cresceu de forma mais lenta como resultado do impacto persistente da pandemia com atrasos em áreas como implantação de projetos e novos contratos.

Ações sobem mais de 4% após balanço

As ações Tencent (0700) fecharam em alta de 4,72%, contra uma queda de 0,22% no índice Hang Seng (HSI), recuperando-se do recuo de 7% na quarta-feira.

ANÚNCIO
Lucro da Tencent (0700) sobe 89% no trimestre
Fonte: (Reprodução/Internet)

A desvalorização aconteceu enquanto os investidores se desfaziam dos ativos de empresas de tecnologia após a publicação de um projeto de regras anti-monopólio. A medida eliminou centenas de bilhões de dólares do valor de alguns gigantes do mercado, incluindo o Alibaba (BABA).

Leia mais: Ações de tecnologia chinesas perdem US$ 250 bilhões

CEO fala sobre medida de contenção do monopólio na China

O presidente da Tencent, Martin Lau, disse em uma chamada pós-resultados, que o projeto de regras antitruste não é novo ou exclusivo da China acrescentando que à medida que as empresas de tecnologia ficam, as novas regulamentações refletem o cenário atual.

O executivo ainda declarou que Pequim ainda apoia a indústria e a Tencent trabalhará com os reguladores para garantir o cumprimento. Segundo Lau os games da marca, que são produtos individuais e não uma plataforma online, não serão o alvo principal do governo chinês.

A China também emitiu um projeto de regras para impulsionar a supervisão de serviços de crédito online, um setor no qual a empresa também está envolvida por meio do WeBank.

Traduzido e adaptado por equipe Folha Capital.

Fonte: Reuters.

ANÚNCIO