Lojas Marisa (AMAR3) tem prejuízo aumentado no segundo trimestre

ANÚNCIO

As Lojas Marisa (AMAR3) registrou aumento de 507,1% em prejuízo, para 171,7 milhões de reais no segundo trimestre, conforme relatório divulgado pela empresa.

O déficit reportado tem valor substancialmente maior que obtido no mesmo período de 2019, que foi de 28,3 milhões de reais. 

ANÚNCIO

O resultado negativo da rede de moda feminina foi atribuído à queda das vendas nas lojas físicas da marca entre abril e junho, período marcado pelas medidas de distanciamento social e fechamento temporário dos comércios devido à Covid-19. 

Lojas Marisa (AMAR3) tem prejuízo aumentado no segundo trimestre
Fonte: (Reprodução/Internet)

Confira o resultado trimestral da marca e veja reação no mercado após divulgação do balanço.

Receita da Marisa (AMAR3) cai com paralisação do comércio 

Assim como a C&A que reportou forte prejuízo em razão da pandemia, a Marisa (AMAR3) também informou queda de 60% da receita líquida, para 277 milhões de reais.

ANÚNCIO

A perda da receita e queda nas vendas do varejo foram influenciadas pela paralisação do comércio e o fechamento de lojas em razão do coronavírus. 

  • Vendas do varejo: recuo de 72,5%.

Na divisão de mesmas lojas, conceito usado pela companhia para avaliar o desempenho das lojas ativas há mais de 12 meses, teve baixa de 36,2%. 

Lucro Ebitda fecha o trimestre em negativo 

O lucro Ebitda (antes juros, impostos, depreciação e amortização) fechou o trimestre em negativo de 71,5 milhões de reais com o prejuízo em outras divisões da empresa. 

ANÚNCIO
  • Serviços financeiros e produtos: resultado negativo de 8 milhões de reais;
  • Provisões para cartão private label: aumentou 78,6% para 67,1 milhões de reais;
  • Empréstimo pessoal: avançou 16%, para 14,7 milhões de reais.

Vendas online da marca crescem 113,1%

Apesar das operações nas lojas físicas terem sido afetadas, as vendas online da marca mostraram crescimento de 113,1% entre abril e junho deste ano. Este percentual no e-commerce representou mais de 10% das vendas totais da companhia.

Lojas Marisa (AMAR3) tem prejuízo aumentado no segundo trimestre
Fonte: (Reprodução/Internet)

Marcelo Pimentel, presidente da empresa, afirmou em evento online do InfoMoney que este resultado é fruto da transformação digital que a companhia iniciou em 2017, com a migração de seus serviços para a ferramenta da SAP, a Hybris.

O executivo ainda declarou que essa iniciativa não aconteceu por causa da pandemia, mas sim devido à mudança de plataforma que rendeu recorde de vendas à rede de modas em 2018. 

Ações da Marisa (AMAR3) sobem com resultado no e-commerce

Apesar do aumento do prejuízo em mais de 500%, as ações da Marisa (AMAR3) reagiram positivamente no pregão desta terça-feira (25). Os papéis saltaram 8,41%, a 8,51 reais, com divulgação do resultado positivo das vendas no e-commerce.

De acordo com o diretor financeiro da marca, Adalberto Pereira Santos, a estimativa da marca é que seja desenvolvido programa para pagamento aos acionistas por meio de proventos.

O CFO declarou que iniciativa está condicionada à obtenção de lucro por parte da empresa, o que ainda não aconteceu em 2020.

ANÚNCIO