Latam Airlines (LTMAQ) tem crédito negado nos EUA

ANÚNCIO

A justiça dos Estados Unidos não concedeu a autorização de financiamento acordado pela Latam Airlines (LTMAQ) com as acionistas Qatar Airways, família Amaro, fundadora da antiga TAM, e outras.

O empréstimo negociado com as acionistas era no modelo DIP, modalidade de financiamento para empresas que estão em recuperação judicial a fim de dar suporte à ausência de fluxo de caixa para o suprimento das despesas. 

ANÚNCIO

O crédito negado pela justiça americana pode prejudicar ainda mais a empresa que enfrenta problemas financeiros desde o começo da pandemia. No entanto, a companhia aérea ainda pode recorrer da decisão judicial.

Latam Airlines (LTMAQ) tem crédito negado nos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Confira o motivo que levou a justiça dos EUA a negar o pedido da Latam (LTMAQ). 

Latam (LTMAQ) perde empréstimo bilionário 

A Latam (LTMAQ) firmou acordo com os acionistas Oaktree Capital Management (OAK-B), Qatar Airways, grupo Cueto e família Amaro um empréstimo de até US$ 1,15 bilhão. O financiamento bilionário seria pago em ações com desconto de 20% no preço desses ativos. 

ANÚNCIO

Além deste montante, a companhia, que desligou mais de 2 mil funcionários no Brasil, também teve o empréstimo de US$ 1,3 bilhão, acordado apenas com a Oaktree, negado. Isto porque a solicitação dos financiamentos estavam todas no mesmo pleito que não foi aprovado pelo juiz nos Estados Unidos. 

Para o magistrado James L. Garrity Jr, juiz da corte de falência de Nova York, o pagamento do empréstimo por meio de ações poderia prejudicar outros credores da companhia. Logo, não concordou com a solicitação.

A decisão da justiça americana é vista como preocupante para a Latam (LTMAQ) tendo em vista que a companhia aérea precisará procurar por novos termos para o financiamento. A empresa necessita de recursos para gerar fluxo de caixa, por tanto a demora para a entrada do capital poder prejudicar ainda mais as finanças da instituição.  

ANÚNCIO
ANÚNCIO