Itaú (ITUB4) acelera lançamento de opções de investimentos no exterior

ANÚNCIO

Após lançar aplicações próprias compostas por ativos internacionais a partir de 1 real, o Banco Itaú (ITUB4) se prepara para desenvolver novas opções de investimentos fora do Brasil. 

Os primeiros produtos com ativos globais da marca foram voltados para público investidor com patrimônio mínimo de 1 milhão de reais. Agora, a instituição bancária visa ampliar os fundos de fundos com mais ofertas para os clientes. 

ANÚNCIO

Segundo Pedro Barbosa, diretor do banco e responsável pelos fundo dos fundos, dentre os planos da empresa está expandir as alternativas no exterior para o varejo e inserir mais fundos de gestores internacionais. 

Itaú (ITUB4) acelera lançamento de opções de investimentos no exterior
Fonte: (Reprodução/Internet)

Entenda como funcionarão os fundos de fundos do Itaú (ITUB4). 

Itaú visa atrair púbico interessado no mercado internacional

Os novos projetos elaborados pelo Itaú (ITUB4) visam atrair público interessado no mercado internacional, mas que não queira abrir uma conta no exterior conforme informou a instituição. 

ANÚNCIO

Com a Taxa Selic operando com piso mínimo de 2%, os investidores do país têm buscado aplicações que ofereçam rentabilidade e proteção ao portfólio de investimentos. Logo, as opções desvinculadas do mercado nacional estão sendo vistas como atrativas. 

De acordo com Pedro Barbosa, em entrevista ao Valor Investe, o objetivo do Itaú (ITUB4) é que seus clientes possam ter acesso a todos os produtos da empresa, podendo inclusive remanejar capital em alternativas internacionais ou locais. 

Para o diretor, a pandemia acelerou a tendência de diversificação da cesta de ativos e como forma de proteção ao capital,  para o excecutivo o investimento em Dólar pode ser interessante.

ANÚNCIO

Fundos de fundos com exposição ao mercado de renda variável do exterior 

Recentemente, o Itaú (ITUB4) lançou o Multifundos Global Equities USD que é um produto de fundos de fundos em dólar voltado ao público que visa expor seus investimentos ao mercado de renda variável do exterior, segundo a instituição. 

O produto abrange os fundos de renda variável de países da Europa, além do Japão e Estados Unidos

  • Valor mínimo investido: 5 mil reais
  • Taxa de administração : 0,75 ao ano.
  • Taxa de desempenho: 20% sobre o retorno financeiro que for superior ao índice MSCI World TRNet
  • Rendimento: 43,34% de janeiro a julho.
Itaú (ITUB4) acelera lançamento de opções de investimentos no exterior
Fonte: (Reprodução/Internet)

Além do Global Equities, o Itaú (ITUB4) informou que existem mais duas aplicações em fundos, o Multifundos Global Alpha e o Multifundos Global Allocation. O primeiro atua com ativos que, segundo a análise do banco, poderão oferecer valorização dentro de médio a longo prazo, mas não tem versão em Dólar.

Já a última opção é em Dólar e sem proteção cambial, operando tanto no mercado de renda variável como no de renda fixa. 

  • Multifundos Alpha tem valor mínimo de 10 mil reais para investimento e taxa de administração de 1% ao ano
  • Multifundos Allocation requer investimento mínimo de 30 mil reais e cora taxa de gerenciamento de 1,5% ao ano.

Legislação dos investimentos no exterior

Segundo a gestora de fundos do Banco Itaú (ITUB4), Vivan Sala, a legislação brasileira não possibilita que investidores com menos poder aquisitivo tenham uma vasta opção de aplicação de capital em ativos do exterior

Também, alegou que apesar dos fundos de fundos da empresa oferecerem investimento mínimo de 5 mil reais, para as opções internacionais o indicado é que o investidor profissional tenha pelo menos patrimônio de 1 milhão de reais.

Isto porque legalmente não é possível que o investidor comum ou de varejo aplique em fundo composto por mais de 20% do patrimônio em aplicações fora do Brasil, declarou Vivian Sala. 

BDRs facilita operações fora do país para pequenos investidores

Apesar da legislação ser considerada desfavorável aos pequenos investidores, recentemente o Comissão de Valores Mobiliários (CVM) editou resolução que possibilita que este público tenha acesso aos BDRs, a fim de investir em ações do exterior.

ANÚNCIO