Indústria brasileira bate recorde de crescimento em julho

ANÚNCIO

Levantamentos dentro e fora do Brasil  indicaram crescimento da indústria brasileira nos últimos meses. Na terça-feira (4), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o setor industrial do país cresceu 8,9% em junho.

A empresa britânica IHS Markit informou que o Índice de Gerentes de Compra (Purchasing Managers’ Index, em inglês) da indústria brasileira avançou 58,2 pontos em julho, contra 51,6 obtidos em junho.

ANÚNCIO

O resultado indica um nível acima dos 50 pontos, média que separa contração do crescimento. O marco é alcançado pelo segundo mês consecutivo e representa a pontuação mais alta dos levantamentos feitos pelo IHS Markit, que teve início há 15 anos atrás.

Indústria brasileira bate recorde de crescimento em julho
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja o desempenho do setor industrial do país e quais ramos tiveram os melhores resultados.

Reaquecimento da manufatura é responsável

Segundo a instituição britânica, o número é consequência do reaquecimento da economia manufatureira do Brasil. De acordo com o especialista em economia do IHS Markit, Paul Smith, o setor de manufatura do país bateu recorde de crescimento em julho.

ANÚNCIO

Porém, com a instabilidade que paira nas economias e com o surgimento contínuo de novos casos de contaminação do coronavírus, o economista informou que ainda existem riscos futuros para o setor industrial do Brasil e do mundo.

Como justificativa do crescimento do setor, o profissional mencionou que o aumento da demanda na indústria foi o motivo decorrente da retomada econômica do país, após meses de paralisação das atividades em razão da Covid-19.

Resultados do comércio doméstico e de exportação

  • O comércio doméstico de manufatura teve o segundo aumento mais expressivo. As demandas por novas encomendas registrou avanço superior ao registrado no começo de 2010, segundo o ISH Markit.
  • O comércio de exportação do setor permanece tímido, indicando que as negociações com consumidor do exterior tiveram baixa pelo décimo primeiro mês consecutivo, de acordo com o levantamento da empresa britânica.

Otimismo sobre o futuro

Em entrevista feita pelo ISH Markit, 80% das pessoas entrevistadas responderam que se sentem otimistas sobre o futuro da indústria. Dois fatores motivam o público, são eles:

ANÚNCIO
  • Recuperação das negociações nos próximos 12 meses
  • Retomada no volume de demandas pelas empresas do setor manufatureiro.

Pontuação não supera perdas da indústria

Apesar dos dados divulgados pelo IBGE indicarem avanço de 8,9% na produção industrial no mês de junho, a alta ainda não é suficiente para zerar o acúmulo de 26,6% em perdas obtidas entre março e abril. Ainda restam 13,5% a serem combatidos, de acordo com o G1.

ANÚNCIO