Ibovespa (IBOV) ultrapassa os 100 mil pontos

ANÚNCIO

Nesta sexta-feira (6), após apresentar leve queda o Ibovespa (IBOV) encerrou com valorização e ultrapassou os 100 mil pontos. No final do dia, o índice descolou do mercado norte-americano que voltou para queda com retomada lenta da geração de emprego nos EUA.

O público também segue na espera pelo resultado da eleição presidencial disputada pelo atual presidente Donald Trump e Joe Biden, que até então está à frente na apuração de votos com vantagem na Geórgia e na Pensilvânia.

ANÚNCIO

Conforme o Departamento de Trabalho, os EUA geraram 638 mil vagas de trabalhado no mês de outubro. Apesar dos números não serem altos para auma das maiores economias do mundo, ainda sim superaram a previsão dos economistas consultados pela Bloomberg.

Ibovespa (IBOV) ultrapassa os 100 mil pontos
Fonte: (Reprodução/Internet)

Leia mais: Bolsas globais recuam enquanto as eleições dos EUA pairam sobre o mercado.

Ibovespa (IBOV) encerra o pregão com alta de 0,17%

Enquanto o democrata Biden se aproximava da liderança nos estados-chave Geórgia, Pensilvânia, Nevada e Arizona, em Wall Street os índices Dow Jones (DIJ) e S&P 500 (IXIC) acumulavam recuo de mais de 1%.

ANÚNCIO

Por outro lado, no Brasil o Ibovespa (IBOV) fechou em alta de 0,17%, aos 100.925,11 pontos, revertendo a perda registrada no decorrer da sessão. Também de forma positiva para os brasileiros, o Dólar recuou 2,74%, a R$ 5,393 (venda) e R$ 5,392 (compra).

A moeda americana registra desvalorização à medida que o adversário de Donald Trump avança para a vitória na eleição presidencial. O câmbio mostrou-se favorável a este cenário pois os democratas são conhecidos por aprovar pacotes de estímulo de alto valor, o que acabou reverberando neste mercado.

ANÚNCIO