Huawei (002502) tem queda nas vendas com impacto das sanções nos EUA

ANÚNCIO

A Huawei (002502) declarou que o crescimento das vendas está diminuindo depois que o governo Trump tornou as restrições mais rígidas para a empresa chinesa e cortou ainda mais seu acesso aos recursos de tecnologia.

Nesta sexta-feira (23), a companhia sediada em Shenzhen, China, informou que gerou US$ 101 bilhões em receitas nos primeiros nove meses de 2020. Este desempenho representa queda de 24% na receita obtida nos três primeiros trimestres de 2019.

ANÚNCIO

A empresa ainda não divulgou os lucros detalhados, mas afirmou que sua margem de lucro líquido foi de 8%, uma queda de 8,7% no ano passado.

Huawei (002502) tem queda nas vendas com impacto das sanções nos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Huawei é afetada (002502) com restrições do governo americano

A Huawei vem lutando elevar suas vendas e produção, após o governo Trump restringir ainda mais o acesso aos chips de computador avançados de que a marca precisa para construir seus equipamentos de telecomunicações e smartphones.

A última sanção proibiu empresas americanas de semicondutores que usam software e maquinário de fornecer serviços à Huawei (002502), sem primeiro obter uma licença para fazê-lo. Após a medida, a empresa declarou que fará o possível para encontrar soluções para sobreviver e cumprir suas obrigações para com clientes e fornecedores

ANÚNCIO

“Enquanto o mundo luta com a Covid-19, a cadeia de suprimentos global fica sob intensa pressão e sua produção e operações passam por dificuldades crescentes”, disse a Huawei (002502) em comunicado.

O anúncio dos lucros ocorre no momento em que a Huawei (002502) lança seu mais recente smartphone, o Mate 40. Como outros lançamentos recentes, o dispositivo não tem acesso aos serviços Google devido às restrições que Washington impôs à empresa no ano passado.

Europa impõe sanção à marca alegando risco à segurança nacional

Esta semana, a Suécia se tornou o último país a banir a Huawei (002502) e a ZTE, outra fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações, de sua rede móvel 5G, citando riscos à segurança nacional.

ANÚNCIO

Leia mais: Marca chinesa de smartphones tem lucro bilionário em vendas.

No início deste ano, as autoridades britânicas reverteram a decisão de permitir que a empresa participasse do desenvolvimento da tecnologia 5G sob riscos à segurança nacional e a incerteza da cadeia de fornecimento global da marca.

A companhia negou repetidamente que qualquer um de seus produtos possa representar risco à segurança nacional.

Empresa supera Samsung (005930) na venda de smartphones

Ainda, no início deste ano a Huawei (002502) ultrapassou a Samsung (005930) como a maior vendedora mundial de smartphones no início deste ano. Segundo analistas, esta conquista se deve à forma como a pandemia da Covid-19 afetou diferentes mercados.

A companhia conseguiu aproveitar a recuperação econômica na China, onde a empresa agora vende mais de 70% de seus celulares. Os analistas esperam que a Samsung (005930) assuma a liderança novamente à medida que outros mercados reabrem.

Durante o lançamento do Mate 40, Richard Yu, presidente-executivo do grupo de negócios ao consumidor da Huawei (002502), declarou que a empresa está em uma situação extremamente difícil com as últimas medidas dos EUA.

Em razão das sanções mais recentes, a empresa pode enfrentar dificuldades para obter chips de ponta para alimentar smartphones de última geração.

Traduzido e adaptado por Equipe Folha Capital.

Fonte: CNN.

ANÚNCIO