Hidrovias do Brasil capta R$ 3,4 bilhões e tem a maior IPO do ano

ANÚNCIO

A Hidrovias do Brasil captou R$ 3,4 bilhões em oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês). A operação deu à empresa de soluções logísticas a maior IPO do ano no até então. 

Atualmente, a Hidrovias é uma das maiores prestadoras de serviços de logística integrada do segmento hidroviário da América Latina. 

ANÚNCIO

A empresa também atua com serviços de armazenamento e operações relacionadas ao setor como frota própria de barbaças e terminais portuários. 

Hidrovias do Brasil capta R$ 3,4 bilhões e tem a maior IPO do ano
Fonte: (Reprodução/Internet)

Hidrovias do Brasil precifica ações a R$ 7,56 

De acordo com os dados da Comissão de Valores Mobiliários (CVM, a Hidrovias do Brasil fixou o preço das ações a R$ 7,56 cada, dentro da faixa estimada de preço. 

Na sexta-feira (25), os papéis da empresa começarão a ser negociados e serão listados sob o código “HSBA3”. Até então, a companhia de logística é titular da maior IPO do ano no Brasil. 

ANÚNCIO

Assim como as ações da Cury (CURY3), os ativos da companhia farão parte do segmento do Novo Mercado, o nível mais alto de governança da B3 (B3SA3). 

Bancos coordenadores da IPO 

  • Bank of America (BOAC34);
  • BTG Pactual (BPAC11); 
  • Credit Suisse (CSGN);
  • Itaú BBA (ITUB3; ITUB4);
  • Santander (SANB11);Itaú>
  • Morgan Stanley (MS);
  • Citi Group (C).

Dentro do grupo de acionistas da empresa estão o BNDES, a Internacional Finance Corporation do Banco Mundial e os fundos de private equity gerenciados pelo Patria Investimentos. 

Empresa de logística reporta lucro de R$ 58,609 bilhões

Em meio aos preparativos para a estreia na Bolsa brasileira, os investidores avaliam os precedentes da empresa para conferir se é uma candidata que oferece investimentos sólidos. 

ANÚNCIO

Em 2019, a Hidrovias do Brasil registrou lucro de R$ 58,609 milhões, recuo de 64% no lucro registrado no ano anterior, de R$ 162,116 milhões. 

  • Lucro Ebitda: R$ 449,197 milhões, ante R$ 449,197 milhões.

Quanto à dívida líquida, a empresa indicou avanço saindo de um endividamento de R$ 1,852 bilhão para R$ 2,031 bilhões.

ANÚNCIO