Estratégias para feedback de sucesso no trabalho

ANÚNCIO

As abordagens de feedback estão provando ser cada vez mais críticas para o sucesso de um indivíduo e da empresa. Os gerentes têm dificuldade em saber como e quando fornecer este recurso.

O uso do feedback vem crescendo não só no mundo corporativo e se tornou peça fundamental para o desenvolvimento das equipes. Por isso, é essencial aprender a utilizá-la da maneira certa.

ANÚNCIO

De acordo com a especialista em carreiras e liderança, Heather MacArthur, frequentemente, líderes, por não conhecer o recurso, passam as informações de forma dramática, crítica e pouco profissionais o que pode ser uma ameaça ao sucesso profissional do funcionário. 

Pessoas conversando e trocando feedback
Fonte: (Reprodução/Internet)

Leia mais: Síndrome do impostor, fenômeno que afeta o desenvolvimento profissional

1. Entenda o que é o feedback

O primeiro passo para o feedback bem sucedido é entender que se trata do retorno de informações atuando como um facilitador de comunicação. Por tanto, o recurso tem o objetivo de levar melhorias ao desempenho do colaborador

ANÚNCIO
  • O que não é feedback? Chamar a atenção ou humilhar o ouvinte.

Quando esta estratégia é utilizada de forma equivocada, o terceiro pode receber os comentários ou as avaliações como crítica. Esta percepção pode além de prejudicar a confiança do ouvinte, colocar a credibilidade do líder em jogo. 

2. Faça avaliação sobre o trabalho e não sobre a pessoa

No local de trabalho, não se deve tentar criar, cuidar ou superproteger os funcionários como filhos. Na realidade, o papel do gestor é trabalhar em parceria, colaborar e desenvolver seus subordinados.

  • Avaliação sobre o desempenho é feedback.
Feedback
Fonte: (Reprodução/Internet)

Logo, fazer críticas pessoais voltadas à personalidade do colaborador não é de competência do líder. A abordagem do gestor é estritamente profissional e dentro do âmbito de trabalho.

ANÚNCIO

4. Use o diálogo

É fundamental lembrar que a opinião do líder pode não corresponder ao que a outra pessoa pensa. Da mesma forma, o liderado pode ter pensamentos dos quais o gestor não tem conhecimento.

Por isso, quanto mais o supervisor abordar o feedback como um diálogo, mais clareza as partes terão e maior será a chance de construir confiança e aprendizagem mútua.

Veja também: Crescimento profissional – Estratégias para melhorar habilidades interpessoais

3. Certifique-se de que o feedback é sobre o desenvolvimento

Enfim, o objetivo do feedback é ajudar no desenvolvimento de capacidades, de tomada de decisões e da consciência do ouvinte. Portanto, determine qual o objetivo do diálogo se é para reforçar o que está acontecendo, mudar, evoluir ou simplesmente ajudar o terceiro a realizar escolhas futuras.

Traduzido e adaptado por Equipe Folha Capital.

Fonte: Forbes.

ANÚNCIO