Eletrobras (ELET6;ELET6) fecha plano de investimento bilionário para 2020-2035

ANÚNCIO

A Eletrobras (ELET6;ELET6) comunicou que o Conselho de Administração autorizou o planejamento estratégico formulado pela empresa, compreendendo o período entre 2020 a 2035.

Em comunicado aos acionistas, a companhia apontou projeção bilionária de investimentos voltados para a geração e transmissão de energia, os quais serão aplicados anualmente.

ANÚNCIO

O projeto financeiro foi elaborado levando em conta a ocorrência ou não de privatização e suporte do regime de cotas para as empresas que atuam neste setor, segundo a Lei Nº 12.783, que dispõe sobre concessões de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.

Eletrobras (ELET6;ELET6) fecha plano de investimento bilionário para 2020-2035
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja como funcionará o plano estratégico da Eletrobras (ELET6;ELET6) e os impactos sofridos com o coronavírus.

Eletrobras (ELET6;ELET6) em projeto para próximos 15 anos

O valor total do investimento levantado pela Eletrobras (ELET6;ELET6) está entre 95,3 bilhões e 201,9 bilhões de reais a contar deste ano até 2035. A empresa organizou o plano financeiro considerando circunstâncias distintas para os próximos quinze anos.

ANÚNCIO

A companhia traçou estratégia visando o piso dos recursos com o aumento de capital e com a “descotização” da empresa, o que resultaria na elaboração de novos contratos para concessão de geração de energia.

Esta tática irá impulsionar o lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização. Neste cenário, o objetivo é deixar a dívida líquida da empresa 2,5 abaixo da geração operacional.

A possibilidade da “descotização” está vinculada à privatização da Eletrobras (ELET6;ELET6), tendo em vista que com sua desestatização ela poderá fazer negociações para a comercialização da energia de suas usinas.

ANÚNCIO

Neste caso, o investimento será no valor máximo previsto que é de 201,9 bilhões. Já o teto dos investimentos sem considerar valores referente à capitalização, implicaria no uso do regime de cotas e dívida líquida também inferior em 2,5 vezes do caixa operacional.

Eletrobras (ELET6;ELET6) fecha plano de investimento bilionário para 2020-2035
Fonte: (Reprodução/Internet)

Segundo Elvira Cavalcanti Presta, Diretora Financeira e de Relações com Investidores da Eletrobras (ELET6;ELET6), a proposta de investimento foi instituída para promover o crescimento e a modernização da companhia, diante das inovações na indústria elétrica.

Proposta de privatização

De acordo com o Valor Investe, a previsão é de que o governo aprove a privatização da Eletrobras (ELET6;ELET6) no segundo semestre deste ano. Os detalhes estão sendo conversados entre o Congresso Nacional e o Ministério de Minas e Energia.

A princípio a proposta sugere a ampliação do capital social por aporte financeiro promovido pelos acionistas privados. Dessa forma, a participação do Estado no capital da Eletrobras (ELET6;ELET6) seria reduzida de 60% para porcentagem próxima a 40%.

Os rumores da privatização já haviam feito as ações da empresa subirem, confira a matéria.

Reflexos da pandemia

Em comunicado sobre o plano de investimento, a Eletrobras (ELET6;ELET6) afirmou que a crise causada pela pandemia requer que as táticas financeiras elaboradas tenham força para responder ao crescimento desejado, competindo no mercado de forma incisiva.

A empresa estima que a realidade a curto prazo seja de perda na demanda de energia. Com isso, ocorre o adiamento de investimentos e de novos leilões e permanece o fenômeno chamado de “sobreoferta”, que é o excesso de energia contratada.

Pagamento em dividendos

A Assembleia Geral Ordinária (AGO) aprovou o pagamento em dividendos de 2,540 bilhões de reais, referente ao capital percebido em 2019, aos (ELET6;ELET6). O valor será dividido em 2,050 bilhões de reais para os investidores com ações ordinárias e 490,2 milhões com ações preferenciais.

ANÚNCIO