Economia brasileira cresce em julho, mas fica abaixo do esperado

ANÚNCIO

Conforme o Índice da Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que sinaliza o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB), a economia brasileira cresceu 2,15% em julho na comparação mensal. 

Apesar deste ser o terceiro mês seguido de avanço neste trimestre, o crescimento ainda foi abaixo do esperado em meio ao retorno das atividades após retração histórica no segundo trimestre. 

ANÚNCIO

Também, na contramão do desempenho otimista quando comparado com julho do ano passado, o Banco Central apontou contração econômica de 4,89%. Já no acumulado em 1 ano o recuo foi de 2,90%. 

Economia brasileira cresce em julho, mas fica abaixo do esperado
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja as estimativas no mercado para a economia brasileira.  

Crescimento econômico do Brasil é inferior a 3,40%

Em pesquisa levantada pela Reuters, o crescimento econômico do Brasil estava estimado em 3,40% para o mês julho. No entanto, o índice divulgado pelo Banco Central reportou avanço significativamente inferior de 2,15%. 

ANÚNCIO

A economia vem mostrando recuperação gradual após ter suas atividades paralisadas durante os meses de março e abril em razão das medidas de combate à pandemia. 

O Produto Interno Bruto (PIB) teve queda histórica de 9,7% entre abril e junho, conforme dados do IBGE. 

De acordo com as estimativas do governo, a contração do PIB será de 4,7% neste ano, o que seria o pior desempenho da série histórica do país. 

ANÚNCIO
  • Crescimento da economia em 2021 segundo o governo é de 3,2%.

Segundo pesquisa do boletim Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda feira (14), o mercado prevê recuo de 5,11% na economia. 

  • Crescimento da economia em 2021 conforme estimativa do mercado é de 3,50%.

Já o Bank of America (BOAC34) revisou a queda do PIB brasileiro para 4,9% ante retração de 5,7% previsto anteriormente pelo banco.  

ANÚNCIO