Daimler (DAI) – Montadora anuncia corte de gastos na Mercedes-Benz

ANÚNCIO

A montadora alemã Daimler (DAI) comunicou que decidiu cortar os custos fixos, investimentos e gastos com P&D na Mercedes-Benz em mais de 20% até 2025 como parte de uma revisão da estratégia para tornar a marca ainda mais sofisticada.

A mudança fará com que a dona da Mercedes-Benz, atualmente a marca de carros premium mais vendida do mundo, se concentre nos segmentos mais lucrativos da indústria como limusines e veículos esportivos.

ANÚNCIO

O novo plano estratégico da companhia foi impulsionada pela crise da Covid-19 que gerou queda nas vendas, levando a empresa a perdas operacionais no primeiro e no segundo trimestre deste ano.

Daimler (DAI) - Montadora anuncia corte de gastos na Mercedes-Benz
Fonte: (Reprodução/Internet)

Daimler (DAI) planeja aumentar vendas de carros da Mercedes-Benz

De acordo com o presidente-executivo da Daimler (DAI), Ola Kaellenius, a companhia não pretende tornar a Mercedes-Benz uma fabricante de volumes. 

O CEO declarou que a montadora planeja estimular o aumento das vendas de carros sofisticados da marca, que custam US $ 177.000 ou mais, e aumentar a comercialização de derivados AMG e G-Wagon, incluindo elétricos variantes. 

ANÚNCIO

“Não é para onde o impulso principal deve ir, não devemos nos tornar um concorrente dos fabricantes de volume. O segmento de luxo premium geralmente apresenta crescimento acima da média”, disse Kaellenius durante apresentação de estratégia virtual.

Ainda, o executivo afirmou que veículos compactos como o Mercedes-Benz A e B-Class ajudaram a rejuvenescer a marca, mas não seria o segmento que a Daimler (DAI) priorizaria recursos no futuro.

Companhia visa fabricação de veículos com custos menores

Conforme a companhia, serão utilizadas técnicas de fabricação de veículos mais eficientes e custos fixos mais baixos nos veículos da Mercedes-Benz, visando o retorno de dois dígitos sobre a margem de vendas até 2025. 

ANÚNCIO

As medidas de redução de gastos e eficiência incluem a eliminação de caixas de câmbio manuais e redução da variedade de motores de combustão em oferta em 70% até 2030. 

Montadora alemã reduz recursos de carros elétricos

Para seus carros elétricos, a Daimler (DAI) informou que irá cortar o custo dos sistemas de bateria para menos de 100 euros por quilowatt-hora enquanto a limusine elétrica EQS está a caminho de chegar ao mercado no próximo ano.

Segundo a montadora alemã, um novo sistema operacional de software para veículos, conhecido como MB.OS, será lançado até 2024. Neste ínterim, a companhia planeja gerar um lucro operacional de 1 bilhão de euros até 2025 de serviços digitais.

Na tentativa de compensar as perdas geradas pela crise, a Mercedes-Benz interrompeu a fabricação de carros sedans nos EUA para se concentrar em SUVs mais lucrativos bem como interrompeu parceria com a também fabricante alemã BMW (BMW).

ANÚNCIO