Crédito imobiliário cresce em julho segundo Abecip

ANÚNCIO

A Abecip informou que as operações de crédito imobiliário com recursos da caderneta de poupança geraram fluxo de 10,82 bilhões de reais no mês de julho representando avanço de 61,5%.

A associação das instituições financeiras que oferecem essa atividade divulgou que na comparação com o mês anterior, essa modalidade de crédito cresceu 16,7%. No total, este é melhor período desde o plano Real. 

ANÚNCIO

A pandemia despertou a preocupação dos brasileiros promovendo a modificação na gestão de seus orçamentos. Também, a redução da rentabilidade de outros investimentos influenciaram na iniciativa do consumidor. 

Crédito imobiliário cresce em julho segundo Abecip
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja quais divisões mais cresceram no último mês. 

Coronavírus impulsiona créditos imobiliários 

De acordo com a Abecip, diversas questões justificaram o aumento dos créditos imobiliários com recursos da poupança principalmente a preocupação com o coronavírus.

ANÚNCIO

Com a pandemia, a população começou a reduzir o consumo temendo o impacto financeiro também a longo prazo. Além disso, o mercado se deparou com a queda da rentabilidade nos investimentos de renda fixa e o acentuamento da volatilidade nas opções de renda variável. 

Este cenário colaborou para o aumento da demanda em julho, conforme dados de aquisição, construção e financiamento de imóveis demonstrados pela associação.

  • Compra e construção de imóveis: 92,45 bilhões de reais em julho, aumento de 36,8% quando comparado com os 12 meses anteriores;
  • Imóveis financiados: 38,8 mil unidades, salto de 47,8% na comparação anual e 11,1% superior ao mês de junho.

Caixa, Bradesco e Itaú lideram as operações 

Os bancos mais procurados parItaúlicitação de empréstimos imobiliários foram a Caixa Econômica Federal, líder da modalidade de crédito, o Bradesco (BBDC4) em segundo lugar e o Itaú Unibanco (ITUB4) na terceira posição. 

ANÚNCIO
  • Caixa: 5,528 bilhões em empréstimos nos setores de construção e compra de imóveis;
  • Bradesco (BBDC4): 1,972 bilhão de reais;
  • Itaú (ITUB4): 1,748 bilhão de reais.

Registro histórico de movimentação em poupança

A Abecip divulgou que as instituições financeiras do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) captaram cerca de 22,4 bilhões de reais em poupança. Segundo a associação, este montante é o mais elevado para um mês de julho desde 1994. 

O pagamento do benefício emergencial do governo também colaborou para o aumento desses dados. Isto porque o valor do auxílio é depositado em poupança virtual da Caixa, recurso que pode estar sendo utilizado pelos beneficiários como conta corrente.

ANÚNCIO