Covid-19: Walmart (WMT) amplia vacinação nos EUA

ANÚNCIO

O Walmart Inc. (WMT) disse que está se preparando para oferecer vacinas contra a Covid-19 em mais sete estados, bem como em Chicago e Porto Rico, nesta semana e na próxima, expandindo-se para além dos dois estados onde seus farmacêuticos estão oferecendo inoculações.

A mudança do maior varejista do mundo ocorre no momento em que o presidente dos EUA, Joe Biden, corre para acelerar uma frustrantemente lenta campanha de vacinação que encalhou cerca de metade das 38 milhões de doses adquiridas guardadas em freezers em vez de nas pessoas.

ANÚNCIO

Nesta semana e na próxima, o Walmart (WMT) começará a fornecer vacinas na Geórgia, Indiana, Louisiana, Maryland, Nova Jersey, Carolina do Sul e Texas, bem como em Chicago e Porto Rico, disse uma porta-voz da empresa na noite de quinta-feira (21). 

Covid-19: Walmart (WMT) amplia vacinação nos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja mais: CEO da Moderna (MRNA) diz que coronavírus existirá para sempre

Alabama fará parceria com Walmart (WMT)

As doses estarão disponíveis apenas para populações específicas decididas por cada estado e apenas em um punhado de lojas em cada estado. O Walmart (WMT) já está vacinando profissionais de saúde no Novo México e em seu estado natal, Arkansas.

ANÚNCIO

O oficial de saúde do Alabama, Scott Harris, disse na quinta-feira que o estado faria parceria com o Walmart (WMT) para fornecer vacinas contra a Covid-19. O Walmart confirmou o acordo, que se enquadra em uma parceria federal que Biden disse na quinta-feira que seria lançado no início de fevereiro.

O Walgreens (WBA), CVS (CVS), Kroger (KR) e Rite Aid (RAD) também se esforçaram para vacinar os americanos no que é o maior e mais complexo esforço de imunização da história dos Estados Unidos. 

Essas iniciativas de companhias privadas para distribuir as injeções são necessárias para ajudar a deter o vírus, que matou mais de 400 mil pessoas e infectou mais de 24 milhões de pessoas nos Estados Unidos.

ANÚNCIO

Trump deixou Governadores lidarem com planejamento

A administração de Trump empurrou o planejamento de vacinas para os estados, que foram solicitados a apresentar seus próprios planos, uma medida que deixou muitas redes de farmácias e supermercados no limbo.

“Temos que ser flexíveis ao tentar operar estado a estado, mas sentimos que é absolutamente a coisa certa a fazer, nos inclinar para isso e ajudar a descobrir. Essa é a abordagem que estamos adotando”, disse o CEO do Walmart (WMT), Doug McMillon, na semana passada. 

O Walmart (WMT) disse em um blog na sexta-feira que espera ser capaz de entregar de 10 a 13 milhões de doses por mês em plena capacidade, usando sua rede de mais de 5 mil farmácias nos Estados Unidos e em Porto Rico.

O varejista também disse que está posicionado para atender desertos de saúde, que são áreas rurais carentes de instalações de saúde, e vai sediar eventos de vacinação contra a Covid-19 nas comunidades carentes em igrejas, estádios e centros juvenis.

Faltam doses para distribuição em farmácias

Um porta-voz do Departamento de Serviços de Saúde do Estado do Texas disse que muitas das farmácias do Walmart (WMT) se inscreveram como fornecedoras de vacinas no estado, mas que apenas um punhado recebeu as doses até agora devido ao fornecimento limitado. 

“Assim que houver uma oferta mais ampla e pudermos começar a distribuir regularmente para mais farmácias, eles serão incluídos”, disse o porta-voz. Ele também disse que o Walmart (WMT) está certificando-se de que pode lidar com a vacina Pfizer (PFE) e Moderna (MRNA) de forma adequada e segura.

O governador do Arkansas, Asa Hutchinson, disse que planeja continuar e expandir sua parceria existente com o Walmart (WMT) e que, à medida que doses adicionais de vacina forem disponibilizadas, o Walmart concordará em ser uma parte importante de seu plano de distribuição.

Redes recebem incentivo financeiro para inoculação

As redes têm um incentivo financeiro para distribuir e aplicar as vacinas. Segundo o programa federal Medicare para americanos mais velhos, os fornecedores de vacinas receberão US$ 16,94 pela primeira dose de um regime de duas injeções e US$ 28,39 pela segunda injeção. 

Mesmo que as farmácias administrassem apenas 30% das injeções, a CVS (CVS) por exemplo, poderia ganhar US$ 490 milhões em lucro bruto com as injeções contra a Covid-19 neste ano, enquanto a Walgreens poderia faturar US $ 445 milhões.

O ambicioso plano do presidente Joe Biden de investir US$ 20 bilhões para reiniciar a problemática distribuição de vacinas para cumprir sua promessa de 100 milhões de vacinas em 100 dias, dependerá, em parte, das farmácias e mercados.

Leia também: Elon Musk promete US$ 100 milhões pra melhor tecnologia de captura de CO²

Traduzido e adaptado por equipe Folha Capital.

Fonte: Reuters e Bloomberg.

ANÚNCIO