Coronavírus: Vacina é mais de 90% eficaz, afirmam Pfizer (PFIZ34) e BioNTech (B1NT34)

ANÚNCIO

A Pfizer (PFIZ34) e a BioNTech (B1NT34) anunciaram nesta sexta-feira (9) que sua vacina contra coronavírus foi mais de 90% eficaz na prevenção de Covid-19 entre aqueles sem evidência de infecção anterior. As empresas anunciaram o resultado considerando hoje como um grande dia para a ciência e a humanidade.

O pronunciamento ocorre no momento em que fabricantes de medicamentos e centros de pesquisa lutam para fornecer uma vacina segura e eficaz para ajudar a pôr fim à pandemia do coronavírus que já ceifou mais de 1,2 milhão de vidas em todo o mundo.

ANÚNCIO

Após a afirmação das farmacêuticas, as Bolsas globais dispararam em ganhos. O Dow Jones (DIJ) salta 4,45% nos EUA enquanto o Stoxx Europe 600 (SXXP) avança 4,06% e demais índices do mercado europeu também operam em alta de mais de 4%.

Coronavírus: Vacina é mais de 90% eficaz, afirmam Pfizer (PFIZ34) e BioNTech (B1NT34)
Fonte: (Reprodução/Internet)

Leia mais: AstraZeneca e Oxford podem lançar vacina contra Covid-19 em 2020.

Vacina Pfizer e BioNTech pode ser liberada este ano

O Dr. Scott Gottlieb, ex-comissário da FDA e membro do conselho da Pfizer (PFIZ34), disse à CNBC que a vacina contra Covid-19 pode estar disponível em uso limitado já no final de dezembro e amplamente disponível no terceiro trimestre de 2021.

ANÚNCIO

Também, o CEO da farmacêutica norte-americana, Dr. Albert Bourla, afirmou que o primeiro conjunto de resultados do ensaio de Fase 3 da vacina fornece a evidência inicial da capacidade de prevenção contra a Covid-19.

“Estamos alcançando esse marco crítico em nosso programa de desenvolvimento de vacinas em um momento em que o mundo mais precisa, com as taxas de infecção atingindo novos recordes, hospitais quase excedendo a capacidade e economias lutando para reabrir”, continuou Bourla.

Ainda, o executivo declarou que as empresas estão um passo mais perto de fornecer ao mundo todo uma inovação muito necessária para ajudar a pôr fim a crise de saúde global. Espera-se que as farmacêuticas possam compartilhar dados adicionais de eficácia e segurança nas próximas semanas.

ANÚNCIO

Farmacêutica vão produzir 50 milhões de doses

Com base nas projeções atuais, a Pfizer (PFIZ34) e BioNTech (B1NT34) esperam produzir até 50 milhões de doses em 2020 e até 1,3 bilhão de doses em 2021. A vacina requer duas doses por pessoa.

Embora as empresas tenham afirmado que não receberam dinheiro do governo norte-americano para pesquisa e desenvolvimento da droga, as companhias chegaram a um acordo de quase US$ 2 bilhões em julho para fornecer 100 milhões de doses aos Estados Unidos.

Traduzido e adaptado por Equipe Folha Capital.

Fonte: CNBC News.

ANÚNCIO