BRF (BRFS3), Azul (AZUL4) e outras empresa são destaques na B3

ANÚNCIO

Hoje (8), às 15h20 o Ibovespa (IBOV) opera em queda de 0,46%, aos 113.191,78, desacelerando o ritmo de ganho registrado na sessão anterior.

Apesar da baixa, empresas como BRF (BRFS3) e Azul (AZUL4) movimentam o mercado. Para apimentar o noticiário, o ministro da agricultura da França afirmou que a H5N8, gripe aviária, foi identificada em criação de patos.

ANÚNCIO

Conforme relatos, o surto tem se disseminado rapidamente pelo continente europeu. A indústria avícola está em alerta devido ao abate de milhares de aves ocorrido anteriormente.

BRF (BRFS3), Azul (AZUL4) e outras empresa são destaques nesta terça
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja também: Bolsa da França fecha negativa nesta terça-feira

Azul (AZUL4) divulga resultados de novembro

No radar dos investidores, a Azul reportou suas estimativas para o mês de novembro, período em que indicou alta de 17,5% na demanda de passageiros por voos na comparação mensal.

ANÚNCIO

Enquanto a oferta de assentos avançou 12,2% em relação a outubro, mas teve baixa de 30,6% na comparação anual. As divisões mostraram crescimento quando levado em consideração o mês anterior.

Entretanto, quanto à comparação com 2019 as divisões caíram, com exceção dos voos internacionais que ficaram em negativos em ambos os comparativos, de 5,8 mensal e 81,6% anual.

Ações voltam a cair

As ações da companhia aérea operavam em alta durante o pregão, mas os dados divulgados não livraram o papel da oscilação do Ibovespa. No meio da tarde, os papéis voltaram em leve recuo.

ANÚNCIO
  • AZUL4: -0,41, a R$ 41,75.

BRF (BRFS3) salta mais 8%

O maior destaque do Ibovespa ficou com a frigorífica BRF, dona da Sadia e Perdigão, que divulgou projeção de receita de R$ 65 bilhões para 2021, 2022 e 2023. Ainda, a expectativa é que nos próximos dez anos a empresa tenha investimentos de R$ 55 bilhões.

BRF (BRFS3), Azul (AZUL4) e outras empresa são destaques nesta terça
Fonte: (Reprodução/Internet)
  • BRFS3: +8,32%, a R$ 23,05.

Os papéis da companhia disparam sobretudo com o Investor Day da marca. Durante o evento, os executivos da BRF afirmaram que, além dos negócios domésticos, a marca está focada em suas operações na Arábia Saudita e na Turquia.

Leia mais: Dona da JBS (JBSS3) deve pagar US$ 128 milhões em multa

Eletrobras (ELETT6) dispara após recomendação

As ações da Eletrobras chegaram a saltar 7%, após o BTG Pactual (BPAC11) iniciar a cobertura para ação preferencial PNA da empresa. Ainda, o banco de investimento recomendou a compra dos papéis e fixou preço-alvo em R$ 63.

  • ELET6: +4,38%, a R$ 35,66, às 16h09.

CVC (CVCB3) tem preço-alvo elevado

Também no cenário positivo, a Eleven Financial Research elevou o status de recomendação das ações da CVC de neutra para compra. O preço-alvo também subiu de R$ 30 para R$ 20,64.

  • CVCB3: +1,41%, a R$ 20,92.

Segundo a Eleven, a recente renegociação de débito com debenturistas atrelado à capitalização de R$ 295 milhões asseguram a continuação dos negócios da agência de turismo.

Fique por dentro: Oi (OIBR3; OIBR4) fecha contrato com Egon Zehnder

ANÚNCIO