Bolsas globais – Índices despencam com temores do coronavírus

ANÚNCIO

Nesta quinta-feira (15), os mercados de ações e os índices dos EUA operam em queda com novas restrições na Europa em razão de uma segunda onda do coronavírus.

As Bolsas globais também seguem pessimista com o impasse nas negociações em Washington sobre ajuda financeira para empresas e trabalhadores afetados pela crise. 

ANÚNCIO

A deliberação sobre pacote de estímulo para a economia americana seguem sem produzir resultados, o que tem desmotivado os investidores de que um acordo possa ser fechado antes das eleições presidenciais em 3 de novembro. 

Bolsas globais - Índices despencam com temores do coronavírus
Fonte: (Reprodução/Internet)

Índices do mercado recuam com segunda onda do novo vírus

Na Europa, novos casos do coronavírus está forçando os governos, incluindo o do Reino Unido, a impor restrições mais severas aos negócios e às viagens. Na França, Paris e outras cidades enfrentarão toque de recolher noturno. 

De acordo com dados publicados hoje, a Alemanha, maior economia do continente, registrou 6.638 casos, número recorde para um único dia. Os números levaram os índices do mercado europeu a despencarem mais de 2%.

ANÚNCIO
  • FTSE MIB (FTSEMIB), Itália: -3,20%, 
  • Dax (DAX), Alemanha: -2,5%;
  • FTSE 100 (UKX), Londres: -2,4%;
  • CAC 40 (CAC40), França: -2,5%;
  • Hang Sang (HSI), Hong Kong: – 2,1

No mesmo sentido, o mercado americano indica recuo dos índices S&P 500 (INX) e do Dow Jones (DIJ) também somam queda de mais 2% enquanto o Nasdaq (IXIC) recua a 1,22% na abertura do pregão.

Estímulo fiscal segue sem previsão nos EUA

Ainda, ontem o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, se reuniu com a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, para discutir o estímulo fiscal na economia dos EUA, mas declarou que questões importantes continuam sem solução e que uma possível aprovação antes da eleição será difícil.

Conforme o especialista Milan Cutkovic, da Axi, a esperança por novas medidas financeiras tem mantido o otimismo vivo em Wall Street. No entanto, o clima mudou após os recorrentes impasses entre republicanos e democratas sobre o pacote.

ANÚNCIO
ANÚNCIO