Bolsas asiáticas operam entre perdas e ganhos enquanto Biden consolida vitória nos EUA

ANÚNCIO

Nesta sexta-feira (13), as Bolsas asiáticas registraram ganhos mistos na sexta-feira e os futuros das ações dos EUA também operam em alta. O movimento ocorre após que o candidato Joe Biden vencer a batalha pela presidência no estado do Arizona, consolidando a vitória para o cargo.

A apuração desferiu outro golpe nos esforços do atual presidente, Donald Trump, em anular os resultados da eleição presidencial de 3 de novembro.

ANÚNCIO

Os futuros do S&P 500 (INX) saíram do território negativo impulsionado pelo otimismo, mas sem muita convicção. No último pregão o índice amplo dos EUA teve alta de apenas 0,03%.

Bolsas asiáticas operam em perdas e ganhos enquanto Biden consolida vitória nos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja também: Bolsas EUA: futuros mostram resultados mistos

Mercado da Ásia avança com otimismo norte-americano

Os principais índices do mercado asiático seguiam o desempenho positivo de Wall Street que ainda se prepara para a abertura das negociações. Entretanto, horas depois a maioria das referências voltaram-se em queda com os investidores de olho no aumento de novos casos de Covid-19 nos EUA.

ANÚNCIO
  • Índice Hang Seng (HSI), de Hong Kong: -0,048%;
  • Nikkei 225 (N225), do Japão: -0,53%;
  • Índice Shanghai Composite (000001), da China: -0,86%;
  • Kospi (KOSPI), da Coréia do Sul: +0,74%.

No ritmo oposto, o mercado europeu indica valorização com o Euro Stoxx 50 subindo 0,14% e o DAX da Alemanha com avanço de 0,16%. Descolado dos ganhos dos países vizinhos, o índice FTSE, da Bolsa de Londres recua 1,1%.

EUA e Europa em alerta com disseminação do vírus

Os Estados Unidos relataram novos registros diários para novos casos de covid-19 esta semana. Com isso, as cidades e estados norte-americanos, incluindo Chicago, Detroit e Califórnia, decidiram impor novamente as restrições visando a preservação da saúde pública.

Na Europa, as autoridades europeias também afirmaram que as medidas para controlar as infecções devem continuar, apesar das esperanças de que as vacinas em desenvolvimento possam ajudar a retardar a disseminação do vírus.

ANÚNCIO

Ontem, o presidente do Federal Reserve dos EUA, Jerome Powell, disse que o progresso no desenvolvimento de uma vacina contra a covid era uma notícia bem-vinda. Mas, Powell alertou que os riscos econômicos de curto prazo permanecem com o avanço das infecções e ressaltou a provável necessidade de um novo estímulo fiscal.

Traduzido e adaptado por equipe Folha Capital.

Fonte: Reuters.

ANÚNCIO