Bolsa Família: como fazer a inscrição

ANÚNCIO

O Brasil é um país que conta com índices de pobreza elevados. Uma parte da população vive em situação de pobreza ou extrema pobreza e foi pensando nesse público que o programa Bolsa Família foi criado. 

Muitas pessoas, vivem nessa situação e tem dúvidas sobre o que fazer para participar do programa e conquistar melhores condições de vida. Nós vamos falar aqui sobre todas as informações necessárias para ter acesso ao Bolsa Família

ANÚNCIO

São alguns perfis de famílias que podem participar do programa e em algumas circunstancias o valor é aumentado. Caso você ainda não saiba como participar, fique aqui para conferir o processo.

Bolsa Família: como fazer a inscrição
Fonte: (reprodução/internet)

Quer aprender a fazer a inscrição no Bolsa Família? Fique aqui e confira o passo a passo para realizar o processo.

Cadastro Único

Por se tratar de um programa do governo, o cadastro antes deve ser realizado no CadÚnico, que reúne as informações das famílias mais carentes do Brasil em busca de melhorar a distribuição de renda para pessoas de fato mais necessitadas.

ANÚNCIO

O programa atua em todo o território nacional e fornece as informações necessárias para os estados atuarem de maneira mais efetiva no combate à pobreza. São muitas as políticas sociais do governo que passam por uma análise de dados do CadÚnico antes.

Por isso, é necessário fazer a inscrição no programa antes de começar a participar do Bolsa Família. O processo ainda não pode ser realizado online, mas você vai ficar ciente dos passos necessários um pouco mais abaixo.

Processo de inscrição

Como dito anteriormente, é necessário fazer o cadastro no CadÚnico para poder usufruir dos benefícios do programa. São realizadas visitas frequentes de agentes do governo em áreas de pobreza.

ANÚNCIO

Porém, caso sua família não seja visitada por esses agentes, é necessário que você se locomova até o CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) mais próximo para solicitar o cadastro.

Bolsa Família: como fazer a inscrição
Fonte: (reprodução/internet)

Cumprindo alguns requisitos e indo até o CRAS de seu município, será possível solicitar a inscrição no CadÚnico. Para realizar a inscrição, basta seguir as orientações abaixo:

  • É necessário que um membro responsável pela família, que more na mesma residência que os demais, e tenha mais de 16 anos, se direcione até o CRAS, portando alguns documentos de toda a família;
  • É necessário que essa pessoa tenha CPF ou Título de Eleitor;
  • Em caso de família indígenas ou quilombolas, o CPF ou Título de Eleitor não são obrigatórios, mas é necessário a apresentação de algum dos documentos que você verá a seguir;

Documentos dos membros das famílias

Como dito anteriormente, é necessário que a pessoa responsável apresente ao menos um dos documentos abaixo de todos os membros da família. Após a apresentação dos documentos, a inscrição já pode ser realizada.

No caso dos indígenas e quilombolas, é necessário que se apresente ao menos um dos documentos a seguir dos membros, não necessariamente sendo o CPF ou o Título de Eleitor.

Os documentos que você deve apresentar dos membros da sua família, e seu, são:

  • CPF
  • RG
  • Certidão de nascimento
  • Certidão de casamento (caso seja casado)
  • CTPS
  • Título de Eleitor
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (no caso dos indígenas)
  • Comprovante de residência (não é obrigatório, mas ajuda no ato do cadastro)

Quem pode participar do Bolsa Família

Não são todas as famílias pobres que podem participar do Bolsa Família, sendo necessário cumprir uma série de requisitos indesejados. Famílias que tenham renda mensal de R$89,00 por pessoa, tem direito ao benefício.

Famílias com a renda mensal entre R$89,01 e R$178,00 por pessoa, só tem direito caso conte com gestante, adolescente ou criança no seu núcleo familiar. Lembrando que adolescentes são considerados apenas até os 17 anos.

ANÚNCIO