Bitcoin acumula mais de US$11 mil em uma semana

ANÚNCIO

Nesta primeira semana de agosto, o Bitcoin atingiu ganho de pouco mais de 11 mil dólares em valorização. Este resultado era muito aguardado pelos investidores da moeda digital, que foram surpreendidos com a baixa do ativo em 13% em apenas trinta minutos.

Nos últimos meses, a criptomoeda vinha mostrando desempenho em torno de 9 mil dólares, mas protagonizou uma reviravolta entre as duas últimas semanas de julho e a primeira semana de agosto, chegando a subir 22% nos ganhos.

ANÚNCIO

Com o crescimento consistente, o ativo virtual passou perto dos 12 mil dólares que é um registro histórico de precificação. Com os ajustes, o Bitcoin se estabilizou no valor atual de 11,2 mil dólares.

Bitcoin acumula mais de US$11 mil em uma semana
Fonte: (Reprodução/Internet)

Entenda o que motivou a valorização do Bitcoin.

Novidades no mercado de criptoativos impulsiona alta

O resultado alcançado pelo Bitcoin não era visto há mais de um ano neste mercado que chegou a ter grandes quedas recentemente. Esta recuperação não foi explicada de forma unânime pelos especialistas.

ANÚNCIO

Mas, segundo o analista Ricardo Da Ros, alguns acontecimentos favorecem a alta do Bitcoin como por exemplo a novidade de que o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos comunicou que os bancos foram autorizados a fazer custódia das criptomoedas.

Isto significa que as instituições bancárias tradicionais poderão guardar os ativos virtuais para os seus clientes, oferecendo mais segurança no investimento e evitando a ocorrência de um dos fatos que mais preocupam os investidores deste mercado, o roubo de dados.

Bitcoin acumula mais de US$11 mil em uma semana
Fonte: (Reprodução/Internet)

Além disso, as empresas Mastercard e Visa informaram que vão inserir criptoativos, dentre eles o Bitcoin, em seus produtos. Para Ricardo da Ros, a migração dos negócios tradicionais para os investimentos virtuais tem impulsionado a valorização da moeda digital.

ANÚNCIO

Flexibilização da política monetária

O especialista da QR Asset Management, Theodoro Fleury, atribui a alta do Bitcoin à flexibilização da política monetária por parte dos países com grande poder econômico. Além de investidores estrangeiros de peso estarem apostando as fichas no mercado cripto.

Outros profissionais atrelaram o acúmulo semanal de 11 mil dólares do Bitcoin ao desempenho do ouro. De acordo com o Valor Investe, o metal vem apresentando valorização nas bolsas de valores globais. No Brasil, o ouro somou alta de 58% na B3 e 31% em Nova York.

ANÚNCIO