Banco Central lança nota de R$200

ANÚNCIO

Nesta quarta-feira (2), o Banco Central lançou a nota de R$ 200, conforme prometido pela instituição no mês de julho. A projeção da autarquia é que 450 milhões de cédulas sejam emitidas ainda este ano.

A nova nota representada pelo lobo-guará foi divulgada em videoconferência, que contou com a participação do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e da diretora de administração, Carolina de Assis Barros. 

ANÚNCIO

Há mais de 15 anos não é lançada um novo valor de cédula do grupo do Real. O último lançamento foi a de R$ 20, apresentada em 2002. Outra movimentação foi em 2005, ano em que a nota de R$ 1 real entrou em desuso no mercado. 

Banco Central lança nota de R$200
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja mais detalhes sobre a novidade lançada pelo BC. 

Banco Central explica a criação da nota de R$ 200

Durante evento online, Roberto Campos Neto explicou a necessidade da nova nota no país. Segundo ele, foi identificado que a  a população intensificou a procura por papel-moeda em razão da pandemia, o que ocasionou a necessidade de uma injeção de dinheiro.

ANÚNCIO

O montante adicional necessário para demanda seria de 105,9 milhões em espécie. Para começar a circular ainda em 2020, a quantia precisaria ser gerada dentro de cinco meses, com prazo final em agosto.

Também, o valor extra estava acima das emissões de notas para este ano que era de 64 bilhões. Logo, a fim de reduzir as transações da moeda em espécie e economizar com a impressão do Real, foi criada a nota de R$ 200 que inclusive possui tamanho menor que as outras cédulas.

Auxílio emergencial motiva o lançamento 

O Banco Central também informou que a necessidade do valor adicional foi devido ao auxílio emergencial, que demandou pagamento de mais de 160 bilhões de reais aos beneficiários.  

ANÚNCIO
Banco Central lança nota de R$200
Fonte: (Reprodução/Internet)

Além disso, outras iniciativas igualmente pressionaram a emissão da nova nota como por exemplo o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (BEm) e o saque emergencial do FGTS

Brasileiros guardam dinheiro na crise, segundo o BC

De acordo com o presidente do BC, os incentivos financeiros do governo que levaram à injeção de dinheiro foi impulsionado pela pandemia do coronavírus. O lançamento da nota de R$200 é uma resposta da autarquia às modificações promovidas pelo coronavírus. 

O momento singular que estamos vivendo trouxe os mais diversos desafios, e um deles foi um aumento expressivo na demanda da sociedade brasileira por dinheiro em espécie“, afirmou Roberto Campos Neto. 

Por fim, completou que o crescimento desta demanda não foi um aspecto identificado apenas no país tendo em vista que o mundo passa por incertezas financeiras. Logo, concluiu que a tendência natural é guardar dinheiro a fim de evitar maiores impactos.

ANÚNCIO