B3 (B3SA3) reduz lote mínimo para investimentos em ETFs e BDRs

ANÚNCIO

Na quinta-feira (17), a B3 (B3SA3) informou que irá reduzir o lote mínimo para investimentos em ETFs e BDRs a partir de 28 de setembro. 

Espera-se que a Bolsa brasileira também libere o acesso dos Brazilian Depositary Receipts (BDRs) aos investidores pessoa física no mês de outubro. 

ANÚNCIO

Até então, os certificados estão limitados aos investidores qualificados, mas após determinação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) este recurso alcançará também os pequenos investidores. 

B3 (B3SA3) reduz lote mínimo para investimentos em ETFs e BDRs
Fonte: (Reprodução/Internet)

B3 (B3SA3) altera lote padrão para uma unidade 

Conforme a B3 (B3SA3), o lote padrão para investimentos em ETFs e BDRs. Atualmente, o montante dos ativos não patrocinados é composto por dez unidades de cada recurso. 

Mário Palhares, diretor de produtos listados da B3 (B3SA3), afirmou em evento online do InfoMoney, a partir de 28 de setembro o lote mínimo será formado somente com uma unidade de cada ativo. 

ANÚNCIO

Também, os BDRs patrocinados de níveis II e III terão quantidade mínima reduzida de cem unidades para uma. 

ETFs e BDRs para os pequenos investidores

No atual formato, estão disponíveis ao público aproximadamente 550 BDRs de companhias com ações listadas nas Bolsas dos EUA como Microsoft (MSFT34) e Facebook (FBOK34) e 18 ETFs de renda variável. 

Após a edição da da Resolução CVM3, os investidores de varejo poderão adquirir ações do exterior, por meio dos BDRs. Além disso, este público também terá acesso aos ETFs e títulos de dívida internacional emitidas por empresas de fora do país.

ANÚNCIO
ANÚNCIO