Ativos da Tesla (TSLA) disparam na Nasdaq (IXIC)

ANÚNCIO

Nesta semana, as ações da Tesla (TSLA) dispararam 13% durante pregão na Bolsa de Valores Nasdaq (IXIC). Os ativos da montadora de automóveis americana chegaram a ser negociados a US$ 1.931,18 no pré-mercado. 

A alta dos papéis aconteceu após Dan Ives, especialista em mercado da Wedbush, elevar o preço-alvo das ações da empresa, que partiu de US$ 1.800 para US$ 1.900.

ANÚNCIO

Além disso, outro fator que levou à valorização de seus ativos foi que a marca de Elon Musk promoveu o aumento do seu número de ações no mercado por meio do desdobramento na proporção de 1 por 5. 

Ativos da Tesla (TSLA) disparam na Nasdaq (IXIC)
Fonte: (Reprodução/Internet)

 Confira o desempenho da Tesla (TSLA) no mercado acionário americano.

Apagões na Califórnia impulsionam valorização 

Além do desmembramento de ações e elevação do seu preço-alvo, os apagões recorrentes na Califórnia, estado no oeste dos Estados Unidos, também foram apontados como impulsionadora do avanço dos ativos da Tesla (TSLA), segundo especialistas.

ANÚNCIO

Isto porque a marca americana comercializa painéis de energia solar e acumuladores desse mesmo tipo de energia para casas e apartamentos, o que pode marcar a transição para o consumo de energia limpa. 

Tesla (TSLA) acumula alta de 351%1 

Com o salto de 13% das ações em um único pregão, os papéis da Tesla (TSLA) já acumulam valorização de 351,1% neste ano. 

Ainda, os ativos podem mostrar mais avanços nos próximos pregões tendo em vista que os investidores seguem de olho no lançamento de uma nova tecnologia da marca intitulada como “bateria de um milhão de milhas”. 

ANÚNCIO

Além disso, o mercado também se mostra entusiasmado com a possibilidade das ações da montadora de veículos elétricos passarem sejam inseridas ao índice S&P 500.  

Após alta no mercado, Elon Musk fatura US$ 8 bilhões  

Após a alta histórica dos ativos, o CEO da companhia, Elon Musk, se tornou a quarta pessoa mais rica do mundo com o acréscimo de US$ 8 bilhões em seu patrimônio. Isto porque Musk possui 20,8% das ações da empresa, logo, os lucros das transações no mercado são captados pelo executivo. 

De acordo com o Bloomberg, a fortuna do magnata passou a ser de 84,8 bilhões de dólares, após faturamento com a valorização dos papéis da americana no mercado acionário.

Com o novo posto, Musk fica atrás apenas de Mark Zuckerberg, Bill Gates e Jeff Bezos, este último ocupa a liderança do atual ranking das pessoas mais ricas do mundo. 

ANÚNCIO