Aprenda a declarar seu Imposto de Renda

ANÚNCIO

Chegou o momento de prestar contas. Todos os anos é necessário declarar o Imposto de Renda, isto é, se você possui faturamento e mora no Brasil. Ou se reside em outro país, mas tem alguma fonte de renda aqui.

O ano de 2020 não está sendo como os outros, é importante se informar como será feito o procedimento neste mês. Lembrando que a prestação deve ser feita referente ao ano de 2019. Os rendimentos obtidos neste ano, serão informados em 2021.

ANÚNCIO

A quantidade de declarações esperada para o mês junho ultrapassa 30 milhões. E os que não cumprirem com essa obrigação não estarão respaldados pela falta de conhecimento, já que é um dever a ser realizado anualmente.

Aprenda a declarar seu Imposto de Renda
Fonte:(reprodução/internet)

Aprenda a declarar o seu Imposto de Renda. Separamos informações indispensáveis para te ajudar a realizar este procedimento. Saiba também qual é o prazo final e como fazer a restituição do IR.

Quantidade de declaração inferior ao esperado

A Receita Federal costuma apresentar a média de declarações que serão apresentadas referente ao ano base. Para  2020 o esperado era de mais de 30 milhões deste documento, no entanto o número registrado foi de apenas 50% deste quantitativo.

ANÚNCIO

O preocupante é que falta apenas um mês para o fim do prazo, o qual foi ampliado devido a crise gerada pela pandemia. A página do G1 informa que a data final da declaração para a primeira parcela é dia 30 de junho. Caso tenha optado pela parcela integral,  o prazo é o mesmo citado.

E as demais cotas? Os contribuintes terão até o último dia do mês para efetuar o processo. Lembrando que o dia aqui nos referimos, precisar ser útil. Ou seja, feriados e finais de semana não contam como prazo.

Restituição do Imposto de Renda

Como sabemos, vários calendários foram alterados devido a quarentena. Mas espera-se que estes voltem ao normal em breve. Exemplo dessas modificações foi a alteração de datas para restituição do IR.

ANÚNCIO

A previsão é que ela sempre aconteça nos meses de junho e dezembro. Em 2020, o serviço começou a ser realizado em maio e será finalizado na última semana de setembro. Outra ponto que mudou foi em relação aos lotes.

Conforme noticiado pelo InfoMoney, a primeira remessa de pagamento ocorreu dia 29 de maio, e a última será dia 30 de setembro. Atentando-se que, ao invés dos lotes serem de sete, este ano será de cinco.

Lembre-se que o resgate do valor só poderá ser feito no prazo máximo de um ano. Dirija-se ao banco o qual inseriu no momento da declaração, pois a restituição é depositada na conta informada junto à Receita.

Como fazer a declaração?

Para facilitar todo o processo, foi criado uma aplicação chamada Programa Gerador de Declaração. Ela pode ser instalada em dispositivos Android ou iOS, nas lojas de ferramentas Google Play ou Apple Store. Separamos para logo mais, um vídeo com todas instruções.

Os contribuintes que possuem Certificado Digital podem fazer a atividade no site da Receita Federal, nele é possível fazer a declaração utilizando o Centro Virtual de Atendimento. E aqueles que preferirem adquirir o programa no computador, também é disponibilizado lá.

Se a opção escolhida foi o aplicativo, após feito o seu download é só abrir o programa. No espaço inicial irá aparecer um campo com três modalidades, as quais são: Criar nova declaração, Importar Dados ou Importar declaração pré-preenchida.

Aprenda a declarar seu Imposto de Renda
Fonte:(reprodução/internet)

Caso tenha declarado seus rendimentos anteriormente, a forma mais prática é clicar no campo “Importar dados”. Mas, se for começar do zero, dirija-se a “Criar nova declaração”. O sistema irá te encaminhar para uma parte de fornecimento de dados.

No quadro Declaração de Ajuste Anual, o contribuinte deverá inserir o CPF e o nome completo. O app irá te dar duas formas para fazer o procedimento, a prestação de contas simplificada ou completa. Ele ainda fará um cálculo para que o usuário escolha o que preferir.

Recomendamos que para finalizar a declaração, tenha seus documentos pessoais com fácil acesso pois seus dados pessoais serão solicitados. Esteja com seu título de eleitor, RG ou CNH, comprovante de residência e relação das rendas obtidas no ano base, ou seja, 2019.

Para deixar ainda mais claro , disponibilizamos um vídeo abaixo com um tutorial completo de como fazer sua declaração de Imposto de Renda Pessoa Física. Veja só:

Enfim, não perca as datas importantes referentes à declaração de IR, bem como da sua restituição. Apesar do ano de 2020 está sendo atípico, muitas medidas foram adotadas para facilitar o que antes era extremamente burocrático. Não deixe de cumprir com suas obrigações fiscais.

ANÚNCIO