American Airlines (AALL34) reporta prejuízo de US$ 2,4 bilhões

ANÚNCIO

Nesta quinta-feira (22), a American Airlines (AALL34) divulgou outra grande perda trimestral puxada pelo impacto da pandemia do coronavírus na demanda por voos.

A companhia reportou forte queda na receita e prejuízo de US$ 2,4 bilhões entre os meses de julho e setembro, ante lucro de US$ 425 milhões obtidos no mesmo período do ano anterior.  

ANÚNCIO

O desempenho negativo da empresa pôde ser visto no mês passado, quando a American Airlines (AALL34) comunicou corte de mais de 15 mil funcionários. Considerando este cenário, as ações da companhia aérea caíram quase 1% no pré-market nos EUA

American Airlines (AALL34) reporta prejuízo de US$ 2,4 bilhões
Fonte: (Reprodução/Internet)

American Airlines (AALL34) tem forte queda na receita do terceiro trimestre

Consoante aos números divulgados pela American Airlines (AALL34), a companhia aérea indicou receita de US$ 3,17 bilhões no terceiro trimestre, queda de 73%, ante US$ 11,9 bilhões obtidos no mesmo período de 2019.

Ainda, excluindo itens únicos, a empresa registrou perda por ação de US$ 5,54, acima do que os analistas esperavam. Também, a empresa reduziu a queima de caixa para cerca de US$ 44 milhões por dia durante o período. 

ANÚNCIO

Segundo a companhia aérea, a estimativa é que a queima de caixa seja entre US$ 25 milhões e US$ 30 milhões por dia no quarto trimestre.

Companhia desliga funcionários após impactos da Covid-19 

No início de setembro, a empresa norte-americana deu início a uma série de demissões que chegaram a 19 mil funcionários, incluindo adesão ao plano de demissão voluntária e à aposentadoria antecipada. 

Leia mais: Companhias aéreas comunicam corte de mais de 30 mil funcionários nos EUA.

ANÚNCIO

A American Airlines (AALL34), de todas as companhias aéreas dos Estados Unidos, tem sido a mais expressiva em pedir ajuda financeira de US$ 25 bilhões ao governo Trump para empresas do setor, mas até o momento nenhum acordo foi fechado.

Traduzido e adaptado por Equipe Folha Capital. 

Fonte: CNBC News.

ANÚNCIO