Amazon (AMZN34) compra 11 aviões usados da Boeing (BA)

ANÚNCIO

A Amazon (AMZN) disse na terça-feira (5) que está comprando 11 jatos Boeing (BA) 767 usados da Delta (DAL) e WestJet (WJA), o mais recente sinal de como as transportadoras de carga estão crescendo enquanto as companhias aéreas de passageiros correm para reduzir suas frotas.

A expansão ocorre no momento em que a Amazon (AMZN) continua pressionando por uma entrega mais rápida em meio a uma onda de pedidos on-line alimentada por causa da pandemia do coronavírus

ANÚNCIO

Compradores presos em casa recorreram ao serviço tanto para produtos essenciais como não essenciais, enquanto a temporada de compras natalinas gerou mais demanda por uma entrega rápida.

Amazon (AMZN34) compra 11 aviões Boeing (BA) usados
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja mais: Joint venture da Amazon (AMZN34) é dissolvida

Amazon (AMZN34) irá aumentar frota aérea

Os quatro aviões WestJet (WJA) estão sendo convertidos em jatos de carga e se juntarão à frota da Amazon Air ainda este ano, enquanto os sete aviões Delta (DAL) serão adicionados em 2022 após a conversão, disse a Amazon (AMZN).

ANÚNCIO

A empresa tem aumentado constantemente a frota de aviões dedicada às operações de carga da Amazon Air por meio de contratos de leasing, mas o anúncio de terça-feira marca sua primeira compra definitiva de aeronaves, declarou a Amazon (AMZN).

“Ter uma mistura de aeronaves alugadas e próprias em nossa frota crescente nos permite gerenciar melhor nossas operações, o que, por sua vez, nos ajuda a cumprir as promessas de nossos clientes”, disse Sarah Rhoads, vice-presidente da Amazon Global Air. em um comunicado.

A Amazon (AMZN) disse que a frota da Amazon Air terá mais de 85 aviões, alugados e próprios, até o final de 2022. A empresa lançou sua frota aérea em 2016, gerando especulações de que reduziria sua dependência da UPS (UPS) e da FedEx (FDX). 

ANÚNCIO

Leia também: Como saber a melhor hora de vender ações

Traduzido e adaptado por equipe Folha Capital.

Fonte: CNBC.

ANÚNCIO