Amazon (AMAZO34) aumenta investimento em indústria espacial

ANÚNCIO

A Amazon (AMAZO34) continua intensificando sua presença na indústria espacial americana. O mais recente investimento no setor foi a contratação de Peter Marquez, ex-funcionário da segurança nacional espacial da Casa Branca.

Agora, Peter irá ocupar o posto de primeiro chefe de política espacial na Amazon Web Services. O novo contratado afirmou que coisas interessantes vêm acontecendo na comunidade espacial, o que, segundo ele, será incrível para o atual cargo.

ANÚNCIO

Anteriormente, Marquez atuou como diretor de política espacial do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, onde ficou por vários anos sob as administrações dos ex-presidentes George W. Bush e Barack Obama.

Amazon (AMAZO34) aumenta investimento em indústria espacial
Fonte: (Reprodução/Internet)

Acompanhe os novos investimentos do império de Jeff Bezos no espaço.

Amazon (AMAZO34) intensifica corrida espacial

Além da contratação de Peter Marquez para cargo na Amazon Web Services, a gigante da tecnologia de trilhões de dólares de Jeff Bezos mantém o plano de expandir sua influência e seus serviços na indústria espacial.

ANÚNCIO

Prova disso foi a recente criação da divisão AWS Aerospace and Satellite Solution voltada para o desenvolvimento de projetos espaciais nos EUA. Também, o intuito com a nova unidade é atrair organizações espaciais militares e comerciais visando potenciais clientes de seus serviços de computação em nuvem.

Empresa de Bezos investe bilhões de dólares

Ainda, a Amazon (AMAZO34) anunciou em julho que planeja investir mais de US$ 10 bilhões em sua divisão do Projeto Kuiper, que é uma iniciativa da marca para distribuição de milhares de satélites para oferecer acesso à rede de internet com alta velocidade no mundo todo. O produto compete diretamente com o projeto Starlink da SpaceX de Elon Musk.

Em outras negociações, a companhia de Bezos recebeu proposta da empresa indiana Reliance Industries (RELIANCE) de participação de 20 US$ bilhões em sua divisão de varejo.

ANÚNCIO

Conforme o Bloomberg, este seria o acordo mais valioso fechado até então pela Amazon (AMAZO34) e o maior negócio firmado na Índia, caso a marca aceite a oferta.

ANÚNCIO