Ação da Linx (LINX3) desaba antes da decisão de compra pela Stone (STNE)

ANÚNCIO

No pregão do Ibovespa (IBOV) desta segunda-feira (16), a ação ordinária da Linx (LINX3) despenca 4,62%, a R$ 36,10, às 16h46. A desvalorização do papel ocorre horas antes da assembleia votar a proposta de compra apresentada pela empresa de pagamentos Stone (STNE). 

Ontem, a empresa de software afirmou que prorrogou até 20h de hoje o prazo para o cadastro para participação de acionistas interessados na assembléia extraordinária que irá decidir sobre a transação. 

ANÚNCIO

Ainda sobre a negociação, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) declarou que os fundadores da Linx poderão votar para decidir sobre a venda ou não para Stone

Ação da Linx (LINX3) desaba antes da decisão de compra pela Stone (STNE)
Fonte: (Reprodução/Internet)

Linx (LINX3) e Stone (STNE) na reta final para aquisição 

Após meses de tratativas e polêmicas envolvendo a ex-proponente Totvs (TOTS3), a Stone caminha para garantir a aquisição da Linx em negócio de R$ 6,4 bilhões, ou R$ 32,06 por ação. A proposta da empresa de pagamentos também prevê um prêmio de R$ 0,50 por ativo caso a operação se concretize. 

As últimas notícias sobre a transação parecem favorecer aquisição. Uma delas é a liberação para que os fundadores da Linx, Alon Dayan, Nércio Fernandes e Alberto Menache, possam usar o direito ao voto durante a deliberação.

ANÚNCIO
  • Ações Stone (STNE): +1,69% na Nasdaq.

A CVM entendeu que apesar da Stone oferecer em sua proposta a indenização por não competição,  a participação dos executivos na votação não configuraria eventual conflito de interesses. 

Itaú Asset reduz posição na Linx 

Também, o Itaú AsseItaúcidiu diminuir sua participação na empresa de software de 5,09% para 4,262%. A iniciativa parece beneficiar a proponente pois, conforme especulações, a instituição votaria contra a oferta da potencial compradora. 

Leia mais: Linx recusa protocolo de incorporação da Totvs

ANÚNCIO
ANÚNCIO